Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
A cantora nos anos 1960, período em que gravou clássicos e integrou o time de artistas da lendária Chess Records, mas também quando teve início seu vício em heroína | Divulgação
A cantora nos anos 1960, período em que gravou clássicos e integrou o time de artistas da lendária Chess Records, mas também quando teve início seu vício em heroína| Foto: Divulgação
  • At Last! (1961), o álbum de maior sucesso

A cantora Etta James, cuja voz poderosa e versátil transformou inúmeras canções de R&B, blues, rock, pop e soul em obras sublimes, morreu ontem, aos 73 anos, na cidade californiana de Riverside, nos arredores de Los Angeles. De acordo com seu empresário, Lupe de Leon, a morte foi causada por complicações decorrentes da leucemia. A artista também sofria de hepatite C e estava senil.

Etta James foi uma figura importante do R&B, com canções de sucesso como "The Wallflower" e "Good Rockin’ Daddy", gravadas entre 1954 e 1955. Mas foi "At Last", composta por Mack Gordon e Harry Warren em 1941 e lançada na voz da cantora em 1961, que a tornou um ícone da música popular norte-americana.

A artista nasceu Jamesetta Hawkins no dia 25 de janeiro de 1938, em Los Angeles, e começou a cantar aos 5 anos, em uma igreja próxima à sua casa. Ela ficou famosa durante os anos 1950 e 1960, quando começou a interpretar blues e R&B. Aos 14 anos, Etta formou um grupo de doo-wop chamado The Peaches. Logo no início da década de 1960, ela lançou dois de seus melhores discos, At Last! e The Second Time Around, pela gravadora Argo Records, divisão da Chess Records – casa de artistas do primeiro escalão da então emergente música negra norte-americana, como Chuck Berry e Muddy Waters.

Não era fácil categorizar o estilo de Etta James. Sua carreira começou totalmente ligada ao rhythm-and-blues, mas ela seria indicada para integrar tanto o Rock and Roll Hall of Fame como o Blues Hall of Fame. O crítico do jornal New York Times Jon Pareles certa vez escreveu que seu canto tinha um "alcance gigantesco, com extrema multiplicidade de tons e uma vasta reserva de força vocal".

Apesar de todo o sucesso, a trajetória de Etta foi cheia de altos e baixos. Nos anos 1960, a cantora desenvolveu um vício em heroína, que conseguiu largar em 1974. A dependência de cocaína, no entanto, continuaria a assombrá-la por muito mais tempo. No meio dessa turbulência, lançou, em 1967, o que é considerado um dos melhores álbuns de soul de todos os tempos, Tell Mama, uma fusão de rock e música gospel com arranjos de sopro, ritmos de funk e refrões com cara de coral de igreja. Uma das faixas do disco, "Security", entrou para o top 40 de singles em 1968.

Nas décadas de 1970 e 1980, ela abriu diversos shows do Rolling Stones. Em 1994, lançou o disco Mystery Lady, com covers de Billie Holiday, e, após passar alguns anos esquecida, conseguiu chamar a atenção da indústria novamente, tendo recebido seu primeiro Grammy por esse trabalho. Etta continuou gravando e se apresentando até os anos 2000, e lançou mais de 30 álbuns ao longo de sua carreira.

A revista Rolling Stone elegeu Etta uma das 100 maiores cantoras da história (ela ocupa a posição 22) e um dos melhores artistas do rock (na posição 62). Etta James recebeu também um Grammy pelo conjunto da obra em 2003.

Beyoncé

Há três anos, após décadas de turnês e gravações em inúmeros selos, Etta James voltou a entrar no noticiário quando a estrela da música pop Beyoncé foi escalada para interpretá-la em Cadillac Records, filme dirigido por Darnell Martin e que reconstruía o período áureo da Chess Records. Logo após o filme ser lançado, Etta elogiou a performance de Beyoncé, mas, em fevereiro de 2009, quando a popstar apresentou "At Last" na posse de Barack Obama, a veterana disparou: "Não suporto Beyoncé". Mais tarde, Etta diz que havia feito uma piada, mas acrescentou que gostaria de ter sido chamada para interpretar a canção na cerimônia organizada para o presidente norte-americano.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]