Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Caderno G
  3. Música
  4. Morre o violonista Cabelo

luto

Morre o violonista Cabelo

Músico paranaense, mestre das cordas, será sepultado em Jacarezinho

  • Da Redação
O músico e maestro  Romano Nunes, o Cabelo. | Arquivo pessoal/Reprodução Facebook
O músico e maestro Romano Nunes, o Cabelo. Arquivo pessoal/Reprodução Facebook
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A música brasileira perdeu nesta quinta-feira um de seus grandes instrumentistas: o violonista, violeiro e maestro paranaense Romano Nunes, o Cabelo – especialista em instrumentos de dez e doze cordas. O músico foi vítima de embolia pulmonar.

Nascido na cidade de Carlópolis, Romano cresceu em Jacarezinho, no Norte Pioneiro, e amadureceu artisticamente em Curitiba –onde sua vasta cabeleira lhe rendeu o apelido.

Aprimorando a arte com o tempo, tornou-se um craque da improvisação - transitava facilmente de Beatles a Villa-Lobos. Mas também criou um vastíssimo e instigante repertório de composições próprias que incluíam bossa-nova, guarânias, modas de viola e até tangos e boleros, como a belíssima O vôo do beija-flor, composta enquanto as aves dançavam pelo ar ao som de seu violão.

Em Curitiba, também marcou época com a parceria com o músico Tatára, com quem manteve por anos o famoso bar Tatára e Cabelo – local que foi por anos o grande incentivador e divulgador da música popular curitibana.

Seu último trabalho foi a gravação do CD João e Maria, com Eliane Bastos.

O corpo de Cabelo está sendo levado para Jacarezinho, onde será velado na Câmara Municipal. O sepultamento será nesta sexta-feira, no cemitério da cidade, ainda sem horário definido.

Veja vídeo: a intimidade entre Cabelo e o violão

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE