Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Weiland  em  novembro de 2014, em Los Angeles. | Kevork Djansezian/Reuters
Weiland em novembro de 2014, em Los Angeles.| Foto: Kevork Djansezian/Reuters

O cantor de rock Scott Weiland, ex-vocalista da banda Stone Temple Pilots, morreu durante uma parada da turnê com sua nova banda, Wildabouts, no estado norte-americano de Minnesota, de acordo com um comunicado publicado a página do artista no Facebook na quinta-feira.

Weiland, 48 anos, morreu durante o sono enquanto estava em turnê em Bloomington, sul de Minneapolis, de acordo com o comunicado. Sua morte também foi relatada pela TMZ.com e Billboard.

A página de Weiland no Facebook não deu detalhes sobre as circunstâncias da morte. Mas o site de celebridades TMZ, citando uma fonte não identificada ligada ao Wildabouts, informou que Weiland foi encontrado no ônibus de turnê da banda na quinta-feira à noite.

A polícia de Bloomington informou que foi ao local atendendo um chamado e encontrou um homem morto, mas não o identificou.

Vida conturbada

O cantor nascido na Califórnia, que havia admitido uma longa história de abuso de substâncias, foi expulso do Stone Temple Pilots em 2013 por “comportamento destrutivo”, segundo o advogado de seus companheiros no grupo. Ele também se apresentou com a banda Velvet Revolver por vários anos. O grupo também o expulsou.

Weiland era conhecido por seus vocais guturais e o cabelo tingido de vermelho, e foi um símbolo da era grunge na década de 1990 como vocalista e letrista dos Stone Temple Pilots. Hábil em alterar seu estilo vocal, ele às vezes cantava através de um megafone em shows.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]