A organização do Festival de Teatro de Curitiba informou neste sábado (5) que iniciou a perícia na peça de isopor que caiu sobre o humorista Fagner Zadra para identificar quais foram as causas do acidente. O ator foi atingido pela peça de decoração que se desprendeu do teto do Expo Renault Barigui durante a abertura do evento, no dia 25.

O comunicado esclarece que ainda não é possível "apontar com precisão que fatores desencadearam o ocorrido", mas que o Festival de Teatro vem acompanhando o estado de saúde do ator e está dando toda a assistência ao tratamento de Zadra.

Após o acidente, o humorista do grupo Tesão Piá teve lesões coluna cervical, em duas vértebras, e precisou passar por uma cirurgia. No último domingo (30), Zadra teve alta da UTI do Hospital Marcelino Champagnat, mas até quinta-feira (2) ainda não havia recuperado o movimento das pernas e mexia parcialmente as mãos. Seu quadro é considerado estável e ele está consciente. O próximo boletim sobre a saúde do ator será divulgado na próxima semana.

Logo após o acidente, o Ministério Público comunicou que, por se tratar de um evento realizado para convidados, o caso não se enquadra em suas atribuições e que uma investigação do acidente pelo órgão só seria iniciada a partir da abertura de um inquérito policial, conforme intenção da família do ator.

Balanço

A 23.ª edição do Festival de Curitiba se encerra neste domingo (6) com um público de 230 mil pessoas em 65 espaços da cidade. Foram 400 espetáculos com 34 montagens na mostra de 2014.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]