i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Show

Regra 4 e Real Coletivo Dub se apresentam hoje

  • PorRafael Rodrigues Costa
  • 13/11/2012 21:04
A formação do Regra 4 que gravou o disco Filhos do Rio Belém | Divulgação
A formação do Regra 4 que gravou o disco Filhos do Rio Belém| Foto: Divulgação

Programe-se

Regra 4 e Real Coletivo Dub

Sociedade 13 de Maio (R. Clotário Portugal, 274), (41) 9977-1537. Hoje, às 22 horas. R$ 20.

Os grupos curitibanos Regra 4 e Real Coletivo Dub tocam hoje, às 22 horas, na Sociedade 13 de Maio.

As bandas dividem o palco de mais uma festa do Circuito Autoral 13 de Maio, que se propõe a organizar shows de grupos locais em vésperas de feriado.

O Regra 4 apresenta um repertório baseado em seu último CD, Filhos do Rio Belém, lançado em março, além de novas canções que estarão no próximo disco do grupo e de parcerias do guitarrista e vocalista Eugênio Fim com o poeta e compositor Luiz Felipe Leprevost (Fim foi produtor musical do comentado show de Leprevost no sábado, na Virada Cultural).

O show também marca o lançamento do clipe da música "Second Life".

Antiga formação

O show do Regra 4 conta com a volta de dois antigos integrantes. O guitarrista Thiago Menegassi e o tecladista Luciano Nunes se juntam a Fim, Endrigo Bettega (bateria) e Randson Moreira "Dão" (percussão), além das linhas gravadas do baixista Emerson Antoniacomi, morto em maio.

É o primeiro show desde o falecimento do músico e produtor, vítima de um AVC, cujo caso – Antoniacomi morreu depois de 35 horas de espera por um leito de UTI – gerou comoção entre os artistas de Curitiba.

"É engraçado, porque, virtualmente, ele estará lá tocando com a gente", conta Fim, por telefone.

O guitarrista também comanda as programações eletrônicas via laptop – mesmo sistema por onde sai o baixo do ex-integrante, gravado durante a produção de um DVD no Teatro Paiol.

Contemporâneos

Fim diz que o Regra 4 e Real Coletivo Dub formam uma boa dupla para a noite, já que o som dos grupos têm suas ligações.

Formado por Rodrigo Ribeiro (voz), Álvaro Larsen (voz) e André Spinardi (violão), o Real Coletivo mistura ritmos brasileiros e jamaicanos ao hip-hop. "É uma vertente parecida com a nossa", diz Fim, cujo grupo mescla electro-rock com ritmos brasileiros como samba, coco, frevo e maracatu. "Os sons se completam", diz Fim. "É música autoral contemporânea de Curitiba."

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.