Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Imprensa cerca o chalé que será usado como prisão domiciliar de Roman Polanski | Arnd Wiegmann/Reuters
Imprensa cerca o chalé que será usado como prisão domiciliar de Roman Polanski| Foto: Arnd Wiegmann/Reuters

O cineasta Roman Polanski, preso na Suíça há mais de dois meses, foi libertado e transferido para seu chalé, na estação de esqui de Gstaad, nos Alpes, para cumprir prisão domiciliar.

O diretor chegou ao local minutos antes das 13h (horário local) aparentemente em um dos carros negros que entraram na garagem da casa. Não foi possível vê-lo.

Polanski deixou a cadeia de Winterthur na quinta-feira (3), em direção a "outro lugar" por "motivos de segurança", informou à agência de notícias AFP um porta-voz do Ministério da Justiça do país. "Polanski foi transferido do cárcere de Winterthur a outro lugar por motivos de segurança e de proteção à pessoa", declarou o porta-voz do ministério, Folco Gallli.

A justificativa da transferência a um lugar não revelado foi a forte presença da imprensa nos arredores da cadeia, que poderiam impedir uma saída "tranquila" do cineasta.

De acordo com a agência Efe, Polanski ficou em um centro de detenção para, na manhã desta sexta, ser levado para seu chalé. Em sua casa, o diretor será vigiado eletronicamente 24h por dia através de um bracelete eletrônico e de um conjunto de câmeras de segurança e alarmes que já foram instalados.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]