Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
O elenco: Diogo Biss (esq.), Robysom Souza e Luiz Carlos Pazello. | Divulgação
O elenco: Diogo Biss (esq.), Robysom Souza e Luiz Carlos Pazello.| Foto: Divulgação

O diretor Edson Bueno estava um pouco escondido, mas só para ressurgir com uma novidade. O grupo Delírio agora tem um espaço próprio, próximo à Reitoria da UFPR.

O Estúdio Delírio sedia a partir desta quinta-feira (21) sua nova estreia, “Paixões Desenfreadas”, que traz no elenco Diogo Biss, Luiz Carlos Pazello e Robysom Souza.

A cada 5 minutos, muda a esquete, com os três interpretando os mais diferentes personagens, homens ou mulheres. O fio condutor das histórias é o fato de tratarem de amor e paixão, porém cada uma traz um viés: trágico, patético, engraçado, dramático.

O novo Estúdio Delírio.Divulgação

O conteúdo foi compilado durante vários anos por Edson. São relatos reais, notícias de jornal ou crônicas que impressionaram. Com base nelas, ele ficcionalizou a dramaturgia. Apenas o último causo é todo criado por ele, e trata do relacionamento entre um pai e um filho.

Algumas pesam a mão, outras são mais leves – como a da velhinha que tem um orgasmo um segundo antes de morrer e escandaliza a família.

Num contorno patético, outra apresenta uma mulher que, ao fim da vida, confessa o fingimento ao marido. “Passa a ideia de que às vezes a gente finge até para si mesmo, incluindo a felicidade”, contou à Gazeta do Povo o diretor.

Encenação

Aproveitando o formato modulável de seu novo espaço, Edson coloca o espetáculo num palco de arena, em quem o público fica bem próximo dos atores. E o elenco teve certa liberdade na criação, que inclui alguns comentários deles voltados à plateia.

SERVIÇO

Paixões Desenfreadas

Estúdio Delírio (R. Saldanha da Gama, 69), (41) 3016-3769. Estreia dia 21 às 20h. Temporada de 6ª a dom. às 20 horas até 21 de fevereiro. R$ 40 e R$ 20 (meia). Classificação indicativa: 16 anos. Veja no Guia.

“Ao mesmo tempo em que eles vivem os personagens, comentam a história, em falas não apenas cômicas, podendo até ser violentas”, conta Bueno.

Shakespeare

Esse método de trabalho será experimentado também com um novo elenco a ser selecionado durante uma oficina voltada ao próximo espetáculo do Delírio, “A Paixão Segundo William Shakespeare”, que estreia em junho. A ideia é trabalhar com várias peças do bardo e fazer experiências de interpretação a partir delas.

A oficina vai de 15 de fevereiro a 15 de junho e as inscrições podem ser enviadas ao email grupodelirio@outlook.com.br.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]