i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
marge e homer estão com ela

“Os Simpsons” declaram apoio a Hillary Clinton e tiram sarro de Trump

Vídeo divulgado pela Fox imagina os cenários se cada um dos candidatos à presidência americana ocupasse a Casa Branca

  • PorAngela Corrêa
  • 02/08/2016 17:11
Trump se ‘ajeita’ antes de atender a uma chamada de emergência. | /Reprodução
Trump se ‘ajeita’ antes de atender a uma chamada de emergência.| Foto: /Reprodução

“São três da manhã. O telefone está tocando na Casa Branca. Quem você quer que atenda a essa ligação? Hillary Clinton ou Donald Trump?”, questiona o narrador do vídeo lançado pela Fox em que “Os Simpsons” declararam apoio à candidata democrata à presidência dos Estados Unidos. O clipe, chamado “3AM”, não é trecho de nenhum episódio.

O vídeo começa mostrando um momento de intimidade de Homer e Marge sendo atrapalhado pela dúvida da mulher: “Não consigo fazer amor enquanto não souber em quem vou votar.” Os roteiristas dos Simpsons imaginam como Hillary e seu adversário, Donald Trump, atenderiam ao telefonema se fossem os presidentes.

O formato do clipe faz referência a uma campanha de Hillary de 2008, quando disputava a candidatura do Partido Democrata, contra Barack Obama.

“De agora em diante, é sempre para mim” Reprodução

Hillary aparece dormindo ao lado do marido, Bill Clinton. É o ex-presidente, inclusive, que atende ao telefonema. Ao perceber que não é ele que estão procurando, passa o telefonema à mulher. “De agora em diante, é sempre para mim”, diz a candidata.

Já Trump se recusa a atender ao telefonema imediatamente porque está postando algo no Twitter. “Elizabeth Warren (senadora democrata) tuíta demais. Estou feliz que a exilei”, diz o post do candidato. Ao seu lado, o livro “Grandes Discursos”, de A. Hitler.

Antes de finalmente atender à chamada, o “presidente” Trump faz algumas exigências. “Coloque meu nome no Lincoln Memorial, faça Chris Christie (governador de Nova Jersey e figura importante na campanha de Trump) comer uma minhoca só pela brincadeira, dissolva a OTAN e faça uns ovos mexidos em pratos de ouro.”

A seu comando, cinco pessoas entram no quarto para prepará-lo. Ganha próteses nas mãos, tem o rosto inflado, a pele é bronzeada artificialmente e a cabeça coberta por uma peruca – que nada mais é que um cachorrinho.

Horrorizada, Marge diz que já sabe em quem vai votar. Homer, hesitante, aposta em Trump. “Se esse for o seu voto eu me pergunto quando vou conseguir ficar com você de novo”, diz a mulher, colocando o animal de estimação da família, o cãozinho Ajudante de Papai Noel, entre eles. “E foi assim que eu virei um democrata”, diz Homer.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.