Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Cena de “The Ridiculous Six”, com Adam Sandler. | Divulgação
Cena de “The Ridiculous Six”, com Adam Sandler.| Foto: Divulgação

Em entrevista à revista “Entertainment Weekly” no evento de tecnologia CES 2016, na quarta-feira (6), Ted Sarandos, diretor de conteúdo da Netflix, afirmou que “The Ridiculous Six” é a melhor estreia da história da plataforma de vídeo sob demanda.

Segundo ele, sem informar o número de pessoas que assistiram à atração, o filme é o mais visto em um primeiro mês na história da empresa.

A marca atingida engloba todos os títulos já distribuídos pela plataforma, não somente os produtos originais do serviço. “Ele também ficou em primeiro lugar em todos os países em que operamos, e em muitos deles continua a liderar”, afirmou o executivo.

A comédia encabeçada por Adam Sandler é o primeiro de quatro projetos que o ator desenvolverá para a plataforma. Nela, ele é Tommy, pistoleiro criado por índios americanos que descobre ter cinco meio-irmãos, vividos por Terry Crews, Jorge Garcia, Taylor Lautner, Rob Schneider e Luke Wilson. Juntos, eles partem em busca do pai, interpretado por Nick Nolte.

Em abril, o longa gerou polêmica quando uma dúzia de figurantes descendentes de índios americanos abandonaram as gravações após piadas racistas contra sua etnia.

“Nós falamos com os produtores sobre nossas preocupações. Eles nos disseram: ‘Se vocês são tão sensíveis, deveriam ir embora’“, contou à imprensa Allison Young, uma das envolvidas no episódio.

A Netflix afirmou que o filme “tem a palavra ‘ridículo’ no título por uma razão”, e que os atores são parte da piada, e não ridicularizados.

*
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]