Virtual monopólio, praticamente um cartel. Essa é a Petrobras

Foto: Marcelo Andrade / Gazeta do Povo
Foto: Marcelo Andrade / Gazeta do Povo
Sua Leitura 0
Esta matéria: +0

Preocupado com manifestações contra o Supremo, o Palácio do Planalto pediu ao ministro da Justiça, Sergio Moro, que convoque a Força Nacional para garantir a segurança da Esplanada dos Ministérios, da Praça dos Três Poderes, onde se situa o Supremo.

Candidatos a futuro procurador-geral da República estão preocupados com o desgaste do Supremo, porque é o topo do Poder Judiciário, e isso é muito ruim para a democracia. Mas eu garanto que não é culpa daqueles que têm postado críticas ao Supremo nas redes sociais.

Sem medo da gripe

O presidente da República participou nesta quarta-feira (17) de uma antecipação dos festejos do dia do Exército, que seria no dia 19. Nesse dia o Exército comemora a sua formação na Batalha dos Guararapes.

Perto de Recife, na colina de Guararapes, reuniram-se as três etnias básicas do Brasil: portugueses, índios e negros combateram o holandês que estava estabelecido no Recife. O Exército brasileiro ganhou a batalha e os holandeses foram embora.

Caiu uma chuvarada naquela hora e o presidente ficou literalmente ensopado. Mas ele não deve estar triste, nem com medo de pegar uma gripe – ele que recém saiu do fechamento do último furo provocado pela faca do Adélio Bispo. Não deve ter ficado preocupado porque o presidente figura entre as 100 personalidades mais importantes do planeta na lista anual da prestigiosa revista Time.

Entre os 100 está lá o presidente do Brasil; o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump; e o presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó.

Eu queria falar também sobre a Petrobras e o preço do Diesel…

Vocês sabiam que 46% do preço do Diesel são tributos? Eu não me lembro de um regime absolutista que cobrasse tanto imposto de seus súditos. Só 54% são realmente o preço do Diesel – o custo do Diesel para a Petrobras.

Aliás, a Petrobras está precisando ter mais clareza e transparência nas suas planilhas para mostrar para o governo, o seu principal acionista, e para os brasileiros – já que ela continua sendo virtualmente um monopólio.

Foi extinto o monopólio – eu cobri essa sessão do Congresso muitos anos atrás -, mas ela continua exercendo esse monopólio: é praticamente um quartel porque é ela que estabelece os preços.

A Petrobras está precisando ainda alguns movimentos, e eu creio que basta a lei já existente, não precisa de uma nova lei no Congresso Nacional para realizar a tal cessão onerosa – que são aqueles lotes do Pré-Sal para passar para empresas brasileiras que estariam sempre com a parceira da Petrobras e também as refinarias. Refinarias que a Petrobras vai pôr à venda para ter mais concorrência nessa área.

Isso é muito útil em um momento em que está havendo uma transição. Os produtores estão segurando o petróleo disponível para ver se o preço não cai. Porque está diminuindo a demanda do petróleo com a energia solar e eólica, e carros elétricos, principalmente. Carros elétricos excelentes – inclusive, o meu sonho é o Tesla.

Está na hora de mais transparência e mais concorrência nessa transição, já que daqui a pouco o petróleo vai ter pouco uso, embora o gás ainda tenha muito uso.

Para finalizar…

Eu queria registrar um caso de um ex-presidente que recebeu propina da Odebrecht – muita propina! -, e que se matou. Não, não estamos falando aqui do Brasil não, é no Peru.

O ex-presidente Alan García – que eu vi a foto ele está mais gordo, ele entrou presidente muito jovem – teria recebido US$ 800 milhões em propina da Odebrecht. Quando a polícia foi até a casa dele para levá-lo, ele deu um tiro na cabeça. Antes disso, ele tuitou dizendo que não havia provas contra ele. Quanta semelhança, né?!

8 recomendacões para você

 
 
Ícone fechar stats points i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora +0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
576 total de pontos
Ícone total de pontos Muito Bem! Você conhece muito sobre o Governo.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
asd