Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
A CEO do Grupo Ademicon, a empresáriaTatiana Schuchovsky Reichmann, afirmou que, apesar do produto consórcio ter 60 anos de Brasil, a busca da empresa paranaense é por tecnologia em primeiro lugar.
A CEO do Grupo Ademicon, a empresáriaTatiana Schuchovsky Reichmann, afirmou que, apesar do produto consórcio ter 60 anos de Brasil, a busca da empresa paranaense é por tecnologia em primeiro lugar.| Foto: Pixabay
  • Por Ademilar
  • 22/02/2021 10:16

O DNA é paranaense. No currículo estão três décadas de know how no ramo de consórcios e investimentos. Essa é a gigante Ademicon, a maior administradora independente de consórcios do Brasil, no segmento de imóveis e pesados. No total, são mais de 100 unidades espalhadas pelo país.

E o crescimento não para. Para os próximos três anos são esperadas mais de 200 aberturas de lojas. “É uma invasão”, brinca a CEO da Ademicon, a empresária Tatiana Schuchovsky Reichmann. Para ela, o investimento através do consórcio “faz bem à vida das pessoas”, já que é parte de um planejamento familiar. “O consórcio oferece mais da vida. É uma forma segura das famílias adquirirem seus bens”, explica.

Durante a pandemia do coronavírus o setor viu a procura pelo seu produto engordar. “A crise fez o brasileiro repensar seu planejamento financeiro e o consórcio é um investimento certeiro, é uma alternativa confortável”, diz Tatiana.

O setor de consórcios cresceu mais de 20% em 2020 e chegou ao número recorde de 7 milhões de consorciados no Brasil. Os dados são da Associação Brasileira das Administradoras de Consórcio (ABAC). Neste mesmo ano, a Ademilar, pioneira em consórcio imobiliário, uniu-se à administradora Conseg e, juntas, formaram o grupo Ademicon. Juntas, as empresas somam R$ 24 bilhões em créditos comercializados.

>> Pandemia acentua importância de educação financeira; saiba como investir de forma segura

Faz parte do leque da Ademicon também a Ademimotors Consórcio de Veículos - que iniciou as atividades em maio de 2020. No formato white label o Grupo Ademicon representa as marcas New Holland, Iveco, Librelato, Mitsubishi, Suzuki e Consclic. Além disso, o conglomerado administra o consórcio de outras empresas por meio do modelo de negócio B2B multicanal: Petrotec, Transdesk, Sergomel, Rodofort, CFMoto, Metalesp, Truckvan, Linshalm, entre outras.

Sobre o futuro do Grupo a CEO é pragmática. “A nossa busca é por tecnologia em primeiro lugar. Somos uma empresa de tecnologia, vendendo consórcio. Que a gente possa, cada vez mais, entregar velocidade”. E complementa: “O produto consórcio tem 60 anos e está em constante evolução. Tem muita novidade para 2021 porque o consórcio é feito de muitos tentáculos”, declara Tatiana.

A apresentação do rebranding da Ademicon ao mercado acontece nos próximos dias. A campanha tem como slogan “Vem realizar com a gente" e será estrelada pela cantora Luiza Possi, já protagonista dos comerciais da Ademilar. “Esperamos participar ainda mais dos sonhos dos brasileiros. Queremos pensar junto, empoderar”, explica Alexandre Blasi, diretor de Marketing, Rede e Expansão da Ademicon.

A conversa completa com a CEO da Ademicon, Tatiana Schuchovsky Reichmann, sobre as grandes inaugurações da rede e sobre o mercado, você confere abaixo. 

Tatiana Schuchovsky Reichmann é CEO do Grupo Ademicon. A empresa é a maior administradora independente de consórcios do Brasil, no segmento de imóveis e pesados.
Tatiana Schuchovsky Reichmann é CEO do Grupo Ademicon. A empresa é a maior administradora independente de consórcios do Brasil, no segmento de imóveis e pesados.| Diogo Alexandre.

Como enxerga a trajetória da Ademicon?

Em 1991 foi aprovado o primeiro consórcio de imóveis no Brasil, foi quando surgiu a Ademilar. Durante todos esses 30 anos o foco e a especialização da Ademilar foi, exclusivamente, no imóvel, em um momento em que se falava de consórcio de veículos.

Foi um trabalho longo e cuidadoso, para que as pessoas entendessem os benefícios de se comprar imóveis com cartas de créditos. E conseguimos nos tornar especialistas em entregar com a melhor qualidade, agilidade e facilidade à aquisição do imóvel pelo consórcio de imóveis.

E disso surgiram outras formas de investir. Como o consórcio para reforma, construção, compra de terrenos, quitação de financiamento, compra de conjuntos comerciais, imóveis na praia, imóveis na planta, aposentadoria imobiliária, entre outros. Aí sentimos a necessidade de aumentar o portfólio, de conhecer um novo produto e de entregar para a nossa força de venda um formato que facilite a vida das famílias brasileiras. Foi quando a fusão com a Conseg aconteceu.

As famílias brasileiras podem usar a jabuticaba brasileira, o consórcio [jargão pelo qual o setor, que é um produto brasileiro, é conhecido], para ter mais da vida. Nós temos hoje um leque vasto de serviços dentro das nossas lojas e entregamos com qualidade, foco, segurança e know how.

Leia também:

>>> Confira as tendências do novo morar e como se planejar

>>> Pensando em mudar de casa? Confira dicas e lições de quem fez isso durante a pandemia

Em retrospectiva, qual a essência da empresa?

A nossa essência, a nossa preocupação maior, são os clientes, os consorciados. E isso a gente sempre trouxe desde o começo. É identificar o que o cliente precisa e conseguir entregar através do consórcio.

O consórcio é um investimento sem juros e o cliente vai pagar exatamente o que vai receber - só tendo a acrescentar a taxa de administração e a correção. É justo.

Conseguimos sempre trabalhar dessa forma, apresentando para os nossos clientes uma forma segura, transparente, que passe credibilidade e que eles possam acompanhar. Além disso, somos fiscalizados pelo Banco Central, o que nos dá o conforto e a segurança de saber que estamos trabalhando da forma mais correta possível.

Existe um perfil de investidor Ademicon?

Eu gosto de dizer que o nosso produto precisa ser igual à Coca-Cola, que todo mundo pode tomar onde quer que seja. Pode ser no bar da esquina ou no melhor restaurante  do Brasil. O consórcio é assim, se você conseguir programar a parcela no seu orçamento, ele serve para você.

E neste leque conseguimos ter clientes tanto de classe A quanto de classe C, porque atendemos créditos e prazos diferentes.

Por que o modelo de investimento consórcio funciona tanto no Brasil? Vide os números da ABAC.

O modelo funciona no Brasil porque independente da economia, o consórcio cresce.  Ele contribui com a economia. Falando do consórcio imobiliário, por exemplo, se ele está a todo vapor, as pessoas estão adquirindo imóveis, movimentando o mercado da construção civil. Portanto, nós fazemos movimentar a economia brasileira.

Mas por que o consórcio é a jabuticaba brasileira? Por que é uma forma diferente de se adquirir. É um grupo de pessoas que têm o mesmo objetivo. Uns ajudando aos outros a adquirirem os seus bens. Nós, como administradora, só organizamos essa instituição, mas, de fato, esse produto é do brasileiro. É um produto que faz o bem para as pessoas.

Eu costumo dizer que a parte mais importante do consórcio é isso, fazer bem para o próximo, ajudar o próximo.

A procura pelo consórcio cresceu durante a pandemia do coronavírus. Como explicar?

O consórcio trouxe segurança em meio à crise. Subiu bolsa, desceu bolsa, subiu dólar, mudou o cenário político, no entanto, o consórcio se manteve intacto. Por ser um pagamento recorrente, as pessoas se programam a longo prazo, não é algo imediato, então elas se sentem seguras. Além disso, há a opção do seguro - o que traz mais conforto. Nós fizemos um combo que trouxe essa tranquilidade.

E durante a pandemia o cliente olha o extrato dele e vê que nada mudou, muito pelo contrário, ele pode ter sido contemplado naquele mês, no meio da pandemia. Também não tivemos aumento de inadimplências. As pessoas continuaram se planejando e construindo o sonho delas através do consórcio.

E no pós-pandemia? Como enxerga o mercado?

Pós-pandemia eu acredito que vamos viver mais leve, com menos medo, e estaremos ainda mais preparados para planejar a vida. O brasileiro vai estar com mais força e mais vontade de ter qualidade de vida, de pagar o preço correto pelas coisas, que é o que a gente entrega e é a nossa preocupação maior.

O que esperar da Ademicon daqui para frente?

A nossa busca é por tecnologia em primeiro lugar, ser uma empresa de tecnologia vendendo consórcio. Que a gente possa, cada vez mais, entregar velocidade. Apresentar cada vez mais o produto consórcio de forma tecnológica. O produto tem 60 anos e ainda está em evolução.

Também buscamos aumentar sempre nosso portfólio. Tem muita novidade para 2021. O consórcio é feito de tentáculos.

Vamos abrir mais 200 lojas pelo Brasil nos próximos três anos. Até o momento são mais de 110 unidades abertas no país. Uma mega inauguração acontece já no dia 25 de fevereiro, com 16 lojas.

É um motivo de muito orgulho. Algo que começou em Curitiba, somos uma empresa paranaense, vendo o Brasil se tornar pequeno com a invasão de unidades de negócios Ademicon pelo país.

*Esse conteúdo foi produzido por Haus e é patrocinado pela Ademilar, especialista e pioneira em consórcios imobiliários.