Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Por que o consórcio é considerado um investimento sólido para rentabilizar seu patrimônio?
| Foto:
  • Por Consórcio Servopa
  • 15/03/2020 01:01

As modalidades de investimentos nunca foram tão populares. Mais está presente no dia a dia dos brasileiros, o hábito de poupar e fazer o dinheiro trabalhar a seu favor, rendendo mais virou o sonho de milhares de pessoas.

O consórcio é uma das formas mais simples de atingir esta meta. Isto porque poupar faz parte da natureza deste tipo de aquisição programada de crédito, em grupo. “Inicialmente temos que lembrar que o consórcio, na sua essência, é uma forma de poupança com objetivo específico”, explica o supervisor do Consórcio Servopa, Paulo Coelho. “Por isso o consórcio acaba funcionando como uma forma de disciplinar as pessoas, pois exige delas um vigor de confiança no seu próprio objetivo, as preparando para a reserva mensal de uma parte do orçamento, para aquisição de um bem no futuro”, pontua o profissional.

O Consórcio Servopa é uma das dez maiores e mais importantes administradoras de consórcio do Brasil, de acordo com o Banco Central, órgão regulador deste sistema. Com mais de 250 mil cartas de crédito contempladas nas últimas cinco décadas, o Consórcio Servopa conta com um time de especialistas preparados para orientar este planejamento financeiro.

“Podemos rentabilizar o dinheiro através do consórcio de várias maneiras, somente para exemplificar, vamos usar como base o consórcio de imóveis. Diferentemente de uma aplicação normal que rentabiliza cada depósito efetuado mensalmente, o consórcio de imóveis tem sua rentabilidade aplicada sobre o crédito total, oferecendo assim um ganho em escala bem mais atrativo do que diversas formas de investimento”, conta Coelho.

Para o supervisor, outra vantagem do sistema é a possibilidade de transformar o dinheiro de investimento inicial em um crédito maior (veja aqui algumas opções de cotas). “Podemos transformar um valor menor em outro muito maior. Se o cliente possuir um valor aplicado, de por exemplo, R$ 50 mil, ele pode aderir a uma carta de R$ 130 mil e ofertar um lance com aqueles mesmos R$ 50 mil. Acontecendo a contemplação, ele transforma R$ 50 mil em R$ 130 mil, rentabilizando assim seu dinheiro e aumentando a possibilidade de aquisição de um bem de maior valor agregado”, explica o profissional.

Com taxas administrativas que giram em torno de 0,1% a 0,2% por mês, o sistema de consórcio rivaliza com as taxas cobradas para administração de outros métodos de investimento, como as taxas de custódia e corretagem, para aquisição de títulos na Bolsa de Valores, por exemplo, e as taxas administrativas e anuidades, para gerenciamento de títulos públicos e papéis de renda fixa.

“O Consórcio Servopa é seguro e com taxas extremamente atraentes. Além disso, temos dezenas de consultores para apresentar as melhores opções para aqueles que dizem não ter tempo, dinheiro e conhecimento para investir”, arremata Coelho.