i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
violência

Cobrador leva dois tiros após discutir com fura-catracas

Segundo informações preliminares, ele tentou impedir que grupo entrasse sem pagar passagem e levou um tiro na barriga e outro no braço

  • PorDa Redação
  • 27/07/2017 10:58
 | Daniel Castellano/Gazeta do Povo/Arquivo
| Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo/Arquivo

Um cobrador de ônibus de 23 anos foi atingido por dois tiros na noite da última quarta-feira (26), dentro de uma estação-tubo no bairro Cabral, em Curitiba. Informações preliminares apontam que ele teria discutido com um grupo que tentava entrar no ônibus sem pagar a passagem. Após a discussão, uma pessoa sacou uma arma e disparou contra o funcionário, que foi atingido na barriga e no braço.

Após o tiro, o rapaz conseguiu pedir ajuda em um mercado que fica próximo à estação Antônio Cavalheiros, onde tudo aconteceu. O cobrador foi atendido pelo Siate e encaminhado em estado grave ao Hospital Cajuru.

Esse é apenas mais um caso envolvendo a violência dentro do transporte público de Curitiba. No último sábado (22), o motorista Edmilton José de Melo, de 45 anos, foi assassinado durante um arrastão que ocorreu no ônibus que ele dirigia, o que gerou muita revolta entre a categoria, que chegou a parar as atividades por uma hora em protesto à falta de segurança no trabalho. E casos assim estão levando os motoristas e cobradores cada vez mais ao limite.

Por meio de nota, o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Sindimoc) destacou que a “situação reforça a importância das câmeras de segurança dentro de todos os ônibus e estações-tubo”, uma vez que esse tipo de equipamento, “além de aumentar a segurança entre trabalhadores do transporte coletivo e usuários, facilita o trabalho da Polícia Civil, inibe a criminalidade e agilizam a identificação dos fura-catracas”.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.