Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Curitiba segue na bandeira laranja, mas amplia horários de serviços
| Foto: Imagem Gazeta do Povo

A prefeitura de Curitiba publicou nesta quarta-feira (14) o Decreto 730/2021, que traz um afrouxamento das restrições de atividades e serviços na cidade, na esteira da pandemia do coronavírus. O novo decreto entra em vigor nesta quinta-feira (15) e tem validade até o dia 22 de abril. Uma das mudanças foi o toque de recolher, que passa a vigorar das 23h às 5h, na linha do que também foi determinado pelo governo estadual nesta terça-feira (13).

Veja também: Isolamento social rígido salvou vidas em Curitiba

“Alguns indicadores melhoraram, o que nos permite fazer algumas concessões. Mas ainda não é uma situação confortável. Ou seja, é necessário que as pessoas mantenham as medidas de segurança, para que os indicadores não voltem a piorar e tenhamos que voltar à bandeira vermelha”, afirma a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak.

Curitiba registrou redução do número de novos casos da doença, mas a proporção entre novos casos a cada 100 mil pessoas ainda permanece alta (230). Assim como é alto o número de óbitos a cada 100 mil pessoas (11,75), destaca a secretária.

Horários

O documento manteve toque de recolher e restrições de funcionamento das atividades, mas traz alterações em relação aos horários. “Nós buscamos ampliar o horário de funcionamento de algumas atividades para haver um escalonamento e evitar aglomerações”, justifica Márcia Huçulak.

Comércio varejista de hortifrutigranjeiros, quitandas, mercearias, sacolões, distribuidoras de bebidas, peixarias e açougues, mercados, supermercados e hipermercados; comércio de produtos e alimentos para animais; lojas de material de construção e comércio ambulante de rua podem funcionar entre 6h às 23h, de segunda-feira a sábado (antes era até 20h); no domingo apenas delivery.

De segunda-feira a sábado, serviços não essenciais passam a funcionar das 9h às 22h (antes era 19h); shoppings centers das 11h às 22h (antes era das 10h às 19h); lanchonetes e restaurantes das 6h às 23h (antes era das 6h às 20h); panificadoras, padarias e confeitarias de ruas das 6h às 23h (antes era até 20h). As restrições para domingo permanecem.

As lojas de conveniência em postos de combustíveis passam a poder funcionar das 6h às 23h todos os dias de semana, permanecendo proibido o consumo no local (antes podia funcionar até 22h).

O novo decreto também passa a permitir eventos esportivos, desde que sem público externo. Da mesma forma, ficam permitidas práticas esportivas coletivas que tenham controle de acesso e sigam protocolos de segurança sanitária. Nos parques, entretanto, permanecem proibidas as atividades esportivas coletivas, já que não se trata de um ambiente controlado de acesso e rastreamento de pessoas.

As feiras livres e de artesanato poderão funcionar no domingo, desde que sigam os protocolos da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (SMSAN) e do Instituto de Turismo, respectivamente.

4 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]