Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Curitiba volta à bandeira amarela, reabre teatros e cinema e libera comércio aos domingos
| Foto:

O prefeito Rafael Greca (DEM) anunciou nesta quarta-feira (7) que Curitiba voltará à bandeira amarela, com medidas mais leves de restrição a atividades sociais e econômicas. De acordo com o prefeito, a bandeira permitirá que parques, cinemas e cafés sejam reabertos. Além disso, a medida permite a volta dos espetáculos culturais, proibidos durante boa parte da pandemia.

A nova bandeira entra em vigor já nesta quinta-feira (8) e é válida por duas semanas, até o dia 21 de julho.

O novo decreto permite ainda a retomada dos atendimentos de comércio e serviços aos domingos. Segundo a prefeitura, estão liberados eventos corporativos e profissionais com até cem pessoas. Ainda, a volta dos teatros, cinemas e bares podem ocorrer, mas com limitação de público (50% da capacidade).

Espaços para práticas esportivas coletivas podem funcionar com limitação de horários.

O decreto mantém a proibição de funcionamento para casas noturnas e eventos de confraternização com mais de 50 pessoas e mantém o toque de recolher entre 23 e 5 horas.

Mudança após cem dias de restrições mais pesadas

Nas últimas semanas, a cidade prorrogou os decretos de bandeira laranja. A flexibilização vem também alguns meses após a cidade enfrentar seu momento mais crítico durante a pandemia, quando registrou colapso do sistema de saúde e precisou entrar em bandeira vermelha.

De acordo com a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, entre entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira, os indicadores hospitalares permitiram a flexibilização. "Tem melhora de ocupação de UTIs e leitos clínicos, que permitiu a mudança de bandeira. Tivemos melhora na capacidade de resposta do sistema de saúde", disse.

De acordo com a pasta, a taxa de ocupação dos 548 leitos de UTI do SUS exclusivos para atendimento de pessoas com sintomas da Covid-19 em Curitiba está em 81%. A taxa de ocupação dos 746 leitos de enfermaria do SUS para Covid-19 bateu 56%.

Desde o início da pandemia até agora, a Covid-19 causou 6.274 mortes e 245.062 infecções na cidade. Ainda há 7.341 casos ativos, de pessoas com potencial de transmissão do vírus.

3 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]