Evangélico informa que “tão logo se esclareça a verdade dos fatos, o Hospital tomará as providências cabíveis necessárias”. | Aniele Nascimento/Gazeta do Povo
Evangélico informa que “tão logo se esclareça a verdade dos fatos, o Hospital tomará as providências cabíveis necessárias”.| Foto: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo

O Hospital Evangélico de Curitiba abriu um inquérito administrativo interno para investigar uma suposta agressão a um paciente. Segundo a rádio Banda B, testemunhas relataram que um médico teria chutado a cabeça de um pedreiro de 52 anos que gritava de dor à espera de atendimento. “O profissional também teria arrancado o extintor de incêndio da parede e jogado no chão”, registra a rádio.

O caso ocorreu na tarde de sexta-feira (13). A Polícia Militar foi acionada por volta das 17h35 por pessoas que se revoltaram com a situação. Os policiais foram até o hospital para atender a ocorrência de tumulto. Na situação, oito pessoas reclamavam pela demora de atendimento. Segundo a PM, ninguém foi encaminhado.

A Polícia Civil informa que não foi registrado boletim de ocorrência no nome da vítima e que não está apurando o caso.

Já segundo a assessoria de imprensa do Evangélico “tão logo se esclareça a verdade dos fatos, o Hospital tomará as providências cabíveis necessárias”. O nome do médico não foi divulgado.

LEIA TAMBÉM: Após morte de ciclista na BR-277, colegas marcam protesto no Parque Barigui

Veja na íntegra da nota do hospital

13 de outubro de 2017 - Sobre informações publicadas em site de notícias de Curitiba acerca de uma suposta agressão a um paciente, o Hospital Evangélico de Curitiba, mantendo sua postura de transparência e buscando evitar a desinformação, esclarece à sociedade que abriu inquérito administrativo interno e está investigando através de todos os meios disponíveis detalhes sobre o ocorrido na tarde desta sexta-feira. Tão logo se esclareça a verdade dos fatos, o Hospital tomará as providências cabíveis necessárias.

O Hospital Evangélico de Curitiba é o maior hospital filantrópico do Paraná, tendo mais de 95% de seus atendimentos voltados a pacientes do SUS, é o único centro de queimados do estado e recebe mais de 50% de todas ocorrências de trânsito da cidade. Uma instituição essencial na manutenção da saúde pública de Curitiba e Região Metropolitana, que tem o compromisso de prestar o melhor atendimento dentro do possível e respeitando as prioridades das classificações de risco. A direção do Hospital Evangélico tem trabalhado fortemente junto à equipe em todos os níveis da instituição a sua missão: colocar as necessidades do paciente sempre em primeiro lugar. Estes compromissos serão mantidos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]