i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Agronegócio

80% dos produtores têm crédito para plantio, diz Stephanes

  • PorAgência Estado
  • 23/10/2008 17:00
O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Reinhold Stephanes, dá entrevista depois do lançamento do programa "Defesa Agropecuária: Mais Ciência, Mais Tecnologia" | Elza Fiúza/ABr
O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Reinhold Stephanes, dá entrevista depois do lançamento do programa "Defesa Agropecuária: Mais Ciência, Mais Tecnologia"| Foto: Elza Fiúza/ABr

O ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, rebateu nesta quinta-feira as queixas dos produtores rurais de que falta crédito para conclusão do plantio da safra de grãos e disse que a maioria dos produtores tem acesso aos financiamentos. "As indicações são que 80% dos produtores estão em condições de plantio e com crédito", disse Stephanes. Ele admitiu, no entanto, que pode haver "problemas residuais" que serão administrados pelo governo no "dia a dia". De acordo com o ministro, as maiores dificuldades de crédito estão no Centro-Oeste.

Após participar de cerimônia de lançamento do Programa Defesa Agropecuária - Mais Ciência, Mais Tecnologia, Stephanes disse que as medidas anunciadas nos últimos dias pelo governo têm minimizado eventuais impactos que a crise internacional está provocando em termos de crédito para o setor rural. O Ministério da Fazenda já autorizou o Banco do Brasil (BB) a antecipar a aplicação de R$ 5 bilhões no crédito rural. Na semana passada, uma decisão do Conselho Monetário Nacional (CMN) garantiu mais R$ 5,5 bilhões para os agricultores. A expectativa é que o governo anuncie nos próximos dias a mudança da chamada exigibilidade da poupança rural, o que vai injetar mais R$ 2,5 bilhões no crédito rural.

Recessão e clima

Apesar dos temores de recessão mundial, o ministro demonstrou otimismo em relação aos rumos do agronegócio brasileiro. "O mundo vai continuar comendo. O mundo vai continuar precisando de produtos agrícolas", disse. De acordo com ele, o governo vai apoiar a comercialização da safra que será colhida daqui a seis meses por meio dos instrumentos de política agrícola. Essa ajuda disse Stephanes, dependerá do nível dos preços durante o período de colheita.

O ministro afirmou que as condições climáticas podem ser um complicador na safra 2008/09, que está sendo plantada em meio à crise financeira mundial que resultou na redução da oferta de crédito. "O ano passado foi um dos melhores em termos de clima dos últimos dez anos", afirmou. "É difícil repetir a mesma condição climática", completou. Stephanes lembrou que historicamente a tendência é de crescimento da produção agrícola do País. "Ela cresce muito quando o mercado está bom e o clima é altamente favorável", disse.

De acordo com ele, a tendência é de manutenção da área plantada no ano passado, com possibilidade de aumento de 1,2% a 2% para a safra que está sendo cultivada. Teoricamente, lembrou ele, a safra deveria ser maior. "Mas dificilmente iremos repetir as condições climáticas", insistiu. Ele lembrou ainda que a safra agrícola vem de dois períodos de recorde de produção. "Historicamente, é difícil ter três anos de recorde seguidos", completou.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.