i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Liberdade na rede

Aldo Rebelo preocupado com projeto de controle da internet

  • PorO Globo Online
  • 07/11/2006 10:13

O presidente da Câmara, Aldo Rebelo, demonstrou preocupação com o projeto, em análise na Comissão de Constituição e Justiça do Senado, que prevê a regulamentação do uso da internet no Brasil. Aldo disse que o poder público deve fazer o esforço possível para que todos tenham acesso à internet, o que ajuda a melhorar a qualidade da democracia no país, mas alertou que é preciso criar uma legislação que puna apenas quem comete crimes.

- Quanto mais pessoas tiverem acesso à internet, maior é a qualidade da democracia existente no país. Todo tipo de controle só pode ser feito mediante um critério rigoroso para não ferir a democracia, e nem os direitos individuais. Eu sou mais favorável à tese de permitir a liberdade e, ao mesmo tempo, construir uma legislação que puna quem abusar dessa liberdade. Privar de liberdade qualquer um para alcançar aquele que abusa da liberdade não é o melhor caminho - disse Aldo Rebelo.

Perguntado se a Justiça Federal e a Polícia Federal devem ter acesso aos dados dos usuários da internet no Brasil, Aldo repetiu que é preciso criar meios de alcançar os infratores, mas sem ferir a liberdade dos demais. Ele defendeu um esforço para compatibilizar a liberdade de uso da internet com a punição aos que cometem crimes, de forma a não impedir a democratização dos meios de comunicação. Ele afirmou, porém, que, para ser mais específico sobre o assunto, teria que ler o projeto detalhadamente, o que não fez ainda.

- Sou favorável à preservação do ambiente democrático, do ambiente de ampla liberdade que existe na rede mundial de computadores, ou seja, na internet. Acho que este ambiente de liberdade é fundamental para a democracia no Brasil e no mundo, e ao mesmo tempo, também, sou favorável a que a polícia do Brasil e do mundo tenham meios para alcançar os infratores, os criminosos que abusam dessa liberdade.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.