A economia alemã cresceu 0,5% no primeiro trimestre deste ano na comparação com o trimestre anterior, respeitando ajustes sazonal de preços e de calendário, informou nesta quinta-feira (24) o Escritório Nacional de Estatísticas (Destatis). Em bases anuais, a economia cresceu 1,2% nos mesmos termos ajustados.

Os resultados da primeira revisão do Produto Interno Bruto (PIB) ficaram em linha com pesquisa feita pela Dow Jones com especialistas e confirmam estimativas feitas pelo Destatis e publicadas no início do mês. A contribuição mais significativa para o crescimento do PIB no período foi o comércio líquido, que somou 0,9 pontos porcentuais ao total. As informações são da Dow Jones.

A economia da Alemanha superou a de seus parceiros depois de se recuperar da crise financeira de 2008/09 e tem consistentemente ignorado as preocupações com a dívida que afetam países periféricos da zona do euro e se espalham pelo bloco. "Enquanto a zona do euro está ainda buscando crescimento, a Alemanha tem isso", disse o economista do ING Carsten Brzeski. "A queda dos estoques, entretanto, foi um claro alerta para o crescimento nos próximos trimestres, refletindo um enfraquecimento nas novas encomendas."

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]