Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Avião da Avianca em operação
Diante da crise, a Avianca foi obrigada a devolver 45 aviões| Foto: Divulgação

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) suspendeu cautelarmente todas as operações da Avianca Brasil, que está em recuperação judicial desde dezembro. Em nota, a agência informou que todos os voos ficarão suspensos até a empresa, que está em recuperação judicial, comprovar capacidade para manter as operações em segurança.

A decisão foi tomada após informações recebidas pela área de segurança operacional da Anac.

A agência recomendou que passageiros com voos para os próximos dias entrem em contato com a Avianca e não se desloquem para o aeroporto até que novas informações sejam divulgadas.

A agência reforçou ainda que a Avianca segue obrigada a oferecer opções como reembolso e reacomodação aos passageiros.

A companhia também não tem pago salários e benefícios dos funcionários, segundo o SNA (Sindicato Nacional dos Aeronautas). A empresa iniciou no dia 13 um processo de demissões em massa, mas não tem pago as rescisões dos cerca de 1.000 funcionários dispensados até o momento, segundo a entidade.

Os pilotos e comissários da aérea iniciaram uma greve nos aeroportos de Congonhas e Santos Dumont no dia 17, mas suspenderam dois dias depois, afirmando que a empresa se beneficiava da greve para cancelar voos deficitários.

Por determinação da Justiça, os empregados tinham que manter 60% das operações durante a paralisação. A categoria havia programado a retomada da greve dos tripulantes da empresa para esta sexta.

2 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]