As companhias aéreas brasileiras registraram crescimento de 16,81% no fluxo de passageiros transportados no País em junho, em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados divulgados hoje pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A taxa média de ocupação dos aviões nos voos domésticos ficou em 64,53%, o que representa um declínio de 0,91 ponto porcentual ante a taxa de 65,44% exibida em junho do ano passado.

A TAM respondeu no mês passado por 42,91% do mercado, abaixo dos 44,77% de um ano antes. Sua taxa de ocupação ficou em 63,92%, menor que os 64,66% de junho de 2009. Já o grupo Gol/Varig registrou uma participação de 39,11% do mercado interno, inferior aos 42,19% de junho de 2009. A taxa de ocupação de 61 84% é inferior aos 65,62% de um ano antes.

A WebJet aparece com 6,15% do mercado, ante 4,23% em junho de 2009, e taxa de ocupação de 74,10%. Em seguida aparece a Azul Linhas Aéreas, com 5,68% do mercado, ante 4,31% em junho de 2009 e ocupação de 84,20% no mês passado. A empresa Avianca revelou em junho 2,74% de participação de mercado e 71,66% de taxa de ocupação, sucedida pela Trip Linhas Aéreas, com 2,37% dos voos domésticos e 62,11% de ocupação.

Voos internacionais

A Anac informou ainda que a demanda por voos internacionais operados por companhias brasileiras cresceu 22,31% em junho, ante igual mês de 2009. A taxa de ocupação no mês passado, da ordem de 76,14%, superou os 65,47% registrados no mesmo período de 2009. Nos voos destinados a outros países, a TAM liderou em junho com 86,53%. Um ano antes, esta companhia detinha 86,67% de participação. A Gol/Varig, por sua vez, ficou com 13,45% deste mercado, taxa ligeiramente superior à fatia de 13,21% detida em junho de 2009.

Semestre

A demanda por voos domésticos oferecidos por empresas brasileiras cresceu 27,58% entre janeiro e junho, em relação a igual período de 2009, segundo os dados da Anac. A taxa média de ocupação nos voos pelo país atingiu 67,41%, superior aos 63,15% indicados no primeiro semestre de 2009. Os dados da Anac mostram que, no período, a TAM respondeu por 42,20% do mercado interno, porcentual inferior aos 47,90% de um ano antes. Sua taxa de ocupação atingiu 65,33%, melhor que no primeiro semestre de 2009 (62,99%).

Na Gol/Varig, a participação de mercado ficou praticamente estável, saindo de 40,66% para 40,69% no semestre passado. O grupo exibiu no semestre 66,53% de taxa de ocupação, ante 62,30% em intervalo idêntico do ano passado. A Webjet ficou com 6,24% do mercado e 76,40% de ocupação em seus voos domésticos. Já a Azul assumiu 5,43% dos voos, com 86,33% dos assentos ocupados, enquanto a Avianca somou 2,47% do mercado, com 73,75% dos assentos. A Trip se responsabilizou por 2,07% do fluxo de passageiros no mercado interno, com 63,14% de ocupação.

No caso dos voos internacionais, o crescimento do fluxo de passageiros foi de 13,42% no primeiro semestre, com uma média de 75,15% na ocupação dos voos. Entre janeiro e junho de 2009, a ocupação nos voos internacionais era de 66,61%. TAM fechou o acumulado do ano com 84,69% do tráfego aéreo ao exterior, porcentual inferior ao de 85,97% de um ano antes. No caso de Gol/Varig, sua presença neste mercado passou de 13,86% para 15 21% no primeiro semestre.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]