i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
reconhecimento

Anúncio paranaense é destaque internacional

Pela primeira vez, uma agência do Paraná tem um trabalho publicado na capa da revista alemã Archive

  • PorViviane Favretto
  • 30/05/2013 21:16
Ricardo Gandolfi, diretor de criação da agência Terremoto, mostra a última edição da Archive | Ivonaldo Alexandre/ Gazeta do Povo
Ricardo Gandolfi, diretor de criação da agência Terremoto, mostra a última edição da Archive| Foto: Ivonaldo Alexandre/ Gazeta do Povo
  • Quatro peças da campanha para a Ecovia saíram na Archive

Há 29 anos, a cada dois meses, uma nova edição da revista alemã Archive sai do forno e os publicitários de todo o mundo descobrem o que de melhor está sendo feito por aí. São mais de 150 páginas de pura criatividade. Em todos esses anos, apenas oito agências brasileiras conquistaram a capa da publicação e, na última edição, pela primeira vez, uma empresa paranaense chegou lá. A campanha "Chega de Violência", desenvolvida pela Terremoto Propaganda para a Operação Verão da Ecovia, está no espaço mais cobiçado da Archive.

Dentro da revista, o material da Terremoto também ocupa duas páginas. Quatro das cinco peças produzidas estão lá. Para Ricardo Gandolfi, diretor de Criação da agência, foi um grande reconhecimento para um trabalho que é um desafio ano após ano. É preciso "gastar neurônios" para trazer novidades do mesmo tema – a segurança nas estradas. A Terremoto atende a Ecovia há pouco mais de seis anos.

Gandolfi conta que foram aproximadamente dois meses de reuniões e discussões da equipe para chegar ao formato definitivo. Tudo começou com a ideia de que, nos acidentes de trânsito, não são máquinas que se chocam, mas seres humanos que se agridem. A partir daí, o diretor de Criação conta que foi só pensar na execução. A opção da Terremoto foi focar na produção das cenas, reduzindo o uso do tratamento de imagens.

O primeiro passo foi selecionar as pessoas que seriam fotografadas. De acordo com Gandolfi, a agência procurou as mais reais possíveis, preterindo os modelos. Depois chegou a hora de encontrar quem fizesse os desenhos dos veículos na pele. Uma tatuadora foi escolhida para o trabalho. No momento da foto, as imagens do rosto de um e da mão de outro tinham que se encontrar e ambos faziam força no sentido contrário para representar o soco. Ventiladores foram usados para dar movimento aos cabelos. Sepa­radamente foram feitas as imagens do esguicho de água, com pulverizador, e depois as fotos foram misturadas.

Repercussão

O cliente, a Ecovia, aprovou na hora, conta Gandolfi. E a campanha foi um sucesso. A Terremoto é procurada frequentemente por empresas que querem usar o material, como instituições de ensino. Agora, nesta semana, por exemplo, o diretor da agência recebeu uma carta de uma revista japonesa, com tiragem de 80 mil exemplares, pedindo autorização para reproduzir as peças.

Gandolfi compara a conquista da capa da Archive a um Oscar. Então, esse seria mais um prêmio para a agência que, em oito anos, recebeu mais de 70. O diretor explica que a equipe – bastante enxuta, são apenas seis pessoas – trabalha tendo em mente a proposta básica da Terremoto, que é a de fazer coisas diferentes.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.