i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Negócios

Aquisição da Coastal traz DuPont para Curitiba

  • PorGuido Orgis
  • 22/11/2008 21:04

Em um exemplo que demonstra bem como funciona a globalização, um negócio recente entre duas companhias norte-americanas, e que envolve um ambicioso plano de expansão, terá impactos que serão sentidos até em Santa Felicidade, bairro de Curitiba conhecido por seus restaurantes. A multinacional DuPont, que tem sede no estado americano de Delaware, comprou a Coastal, uma firma especializada em programas de treinamento profissional e que tem na capital paranaense sua única filial da América do Sul.

A aquisição faz parte de um plano de crescimento acelerado da divisão de Segurança e Proteção da DuPont. A meta é dobrar o faturamento desse setor dos US$ 5,6 bilhões obtidos em 2007 para R$ 11 bilhões em 2010. A Coastal fará parte da sub-divisão de Recursos de Segurança, que já oferecia serviços de consultoria e agora passa a vender materiais e programas de treinamento.

"Nos interessamos pela Coastal por questões de crescimento", diz James Weigand, presidente da área de Recursos de Segurança. "Nós já éramos fortes em consultoria, tínhamos o conhecimento na área de segurança, mas não tínhamos a habilidade de levar o treinamento necessário para o mercado. Agora temos essa opção."

Para a filial paranaense, a aquisição representa uma oportunidade de crescimento. O executivo diz que prefere não especular sobre uma possível expansão na cidade, mas afirma que o sucesso da aquisição tende a se refletir por aqui. "Foi bom ver que não é só um escritório local. A operação de Curitiba funciona como parte de um negócio global."

O escritório da Coastal em Curitiba foi aberto há 11 anos e hoje tem 54 funcionários. "Eu olhei o mapa pensando em expandir a empresa e vi este país enorme [o Brasil] e decidi vir para cá", lembra o fundador e CEO da empresa, Paul Michels. "Fui primeiro para o Rio de Janeiro, dei uma volta e achei que não seria o lugar ideal. Conversando com um taxista fiquei sabendo que Curitiba era uma espécie de cidade-modelo e vim para cá." Em poucos dias, uma casa no bairro Cabral foi alugada para o início da operação.

A atividade da Coastal envolve o desenvolvimento de materiais e sistemas usados para o treinamento de funcionários de empresas. A área de segurança do trabalho é o principal nicho de atuação. Manuais, DVDs e softwares ajudam os clientes da empresa a padronizarem a orientação aos trabalhadores. A filial de Curitiba concentra os serviços de tradução de materiais e suporte a usuários espalhados pela América Latina e Europa. Somente no Brasil, a Coastal tem em seu banco de dados mais de 20 mil clientes.

Agora, as duas companhias tentam aproximar as operações. Com o tempo, a Coastal deve usar parte da experiência industrial da DuPont que, afinal, tem mais de 30 fábricas ao redor do mundo. "A aquisição acelera muito nossa entrada em treinamento. Levaríamos tempo para aprender a transformar nosso conhecimento em conteúdo para nossos clientes", diz Weigand. "Certamente haverá boas oportunidades para os funcionários das duas companhias."

Segurança

O interesse pela área de segurança industrial está intimamente ligado à origem da DuPont. A companhia foi fundada em 1802 e atuava na produção de explosivos. Na época, diretores e gerentes eram estimulados a se mudar para perto da fábrica como uma forma de demonstrar, e reforçar, a preocupação com a segurança do local. Com o tempo, a DuPont diversificou os negócios, investiu em outros ramos do setor químico e em inovação tecnológica. Hoje, o grupo tem mais de 30 fábricas espalhadas ao redor do globo e produz tintas, partes de equipamentos eletrônicos, fibras sintéticas e até sementes. O filão de consultoria na proteção de ambientes de trabalho passou a crescer nos últimos 10 anos, quando a empresa decidiu se transformar em um negócio baseado no conhecimento. O fornecimento de sistemas de treinamento de pessoas, um mercado estimado em US$ 600 milhões, faz parta da estratégia de expansão nessa direção.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.