i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
crise

Banco Central Europeu deve aprovar acordo de 2 anos com Grécia

O Fundo Monetário Internacional (FMI), no entanto, não deve receber bem novos adiamentos

  • PorReuters
  • 18/11/2012 14:06

O membro do Banco Central Europeu, Joerg Asmussen, disse no domingo que a zona do euro deve concordar na próxima semana com financiamento de dois anos à Grécia, e deixar perspectiva de uma ajuda futura caso necessário, uma decisão que provavelmente irritaria o FMI, que quer uma solução permanente.

"Devemos na próxima semana fechar o financiamento para os anos de 2013 e 2014, mas tenho que ser honesto e dizer que realmente não espero que o país tenha acesso aos mercados em 2015 e 2016, o que significa que um outro programa de acompanhamento seria necessário", disse Asmussen à rede alemã ZDF.

Um contrato de dois anos seria adiar uma solução de longo prazo para a crise da dívida grega para depois das eleições gerais da Alemanha, em setembro 2013, quando seria politicamente mais fácil para a Alemanha, o maior emprestador da UE, tomar decisões difíceis.

O Fundo Monetário Internacional (FMI), no entanto, não deve receber bem novos adiamentos.

Ministros das Finanças da zona do euro e a diretora do FMI, Christine Lagarde, irão se encontrar na terça-feira para tentar chegar a acordo sobre como fazer a dívida da Grécia administrável.

Lagarde disse à Reuters na noite de sábado que ela iria pressionar por uma solução definitiva para as dívidas da Grécia para evitar a incerteza prolongada e mais danos para a economia grega.

Funcionários do FMI argumentaram que admitir perdas de alguns títulos da dívida grega detidos por governos da zona do euro seriam necessário para fazer a Grécia solvente, mas a Alemanha, maior contribuinte para os fundos de resgate, tem repetidamente rejeitado a idéia de assumir uma perda de tais títulos, dizendo que seria ilegal.

Asmussen disse à ZDF que o problema era que os empréstimos somente não ajudam, já que eles levantam a dívida de longo prazo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.