O BNP Paribas cortou em 70% seus dividendos após registrar perda no quarto trimestre e afirmar que as condições de mercado devem continuar difíceis em 2009.

O maior banco da França por valor de mercado informou nesta quinta-feira prejuízo líquido de 1,37 bilhão de euros (1,73 bilhão de dólares), em linha com a previsão feita no mês passado de uma perda de cerca de 1,4 bilhão de euros.

No quarto trimestre do ano anterior, o banco havia registrado lucro líquido de 1,01 bilhão de euros.

A instituição cortou os dividendos de 3,35 euros para 1 euro por ação, atendendo uma demanda do governo francês para limitar esses pagamentos enquanto usa recursos estatais para enfrentar a crise de liquidez.

O BNP espera que as condições de mercado em 2009 sigam muito difíceis, mas acrescentou que está bem posicionado para enfrentar a situação.

"Estou confortável de que o BNP Paribas pode continuar lucrativo em grande parte este ano", afirmou o presidente-executivo, Baudouin Prot, à CNBC.

O BNP foi atingido por perdas em sua unidade de banco de investimento, uma exposição de 345 milhões de euros à suposta fraude de Bernard Madoff e por um declínio da economia da Ucrânia, onde tem operações.

"Os resultados decepcionantes eram conhecidos há alguns semanas e já estavam nos preços das ações", disse o analista Pierre Chedeville, da CM-CIC Securities.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]