i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Evasão

Brasil recebe R$ 1,9 milhão repatriados no caso Banestado

O dinheiro chegou na segunda-feira e foi depositado em conta da 2ª Vara Federal Criminal de Curitiba - R$ 2.921.977,95 já haviam sido recuperados em 2008

  • PorAgência Estado
  • 11/02/2010 10:59

O Brasil recebeu R$ 1.927.263 repatriados dos Estados Unidos em decorrência de pedido de cooperação jurídica internacional a partir de ação do caso Banestado - esquema de evasão de divisas e lavagem de capitais que movimentou ilegalmente US$ 28,1 bilhões na conta de políticos, empresários e administradores públicos. O dinheiro chegou na segunda-feira e foi depositado em conta da 2ª Vara Federal Criminal de Curitiba - R$ 2.921.977,95 já haviam sido recuperados em 2008.

Os valores foram bloqueados em contas de doleiros brasileiros mantidas no Merchants Bank em Nova York. Um terço do total bloqueado foi devolvido ao Brasil. O restante foi destinado às agências bancárias norte-americanas envolvidas no episódio. O montante será convertido em renda da União, informou o juiz Sérgio Fernando Moro, titular da 2ª Vara Federal.

Os resultados das investigações dos EUA foram compartilhados com as autoridades brasileiras em um desdobramento do caso Banestado provocando a abertura de diversas ações penais no Brasil contra os doleiros responsáveis pelas contas. As investigações no Brasil foram conduzidas pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal. A procuradoria denunciou 684 suspeitos - 97 deles condenados judicialmente.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.