• 02/07/2020 08:14
Mercado

Retaliação a desmatamento no Brasil faz empresa norueguesa suspender compra de ração da Cargill

  • 02/07/2020 08:14
  • PorGazeta do Povo
    Desmatamento em Rondônia
    Imagem de área desmatada em Rondônia, em agosto de 2019.| Foto: Carl de Souza/AFP

    Em retaliação ao desmatamento ilegal no Brasil a empresa norueguesa Grieg Seafood - uma das maiores produtoras de salmão do mundo - excluiu uma subsidiária da Cargill da lista de fornece​dores. De acordo com a Folha de S.Paulo, a decisão da Grieg Seafood está vinculada aos R$ 558 milhões em títulos verdes (green bonds) recém-captados emitidos para financiar projetos sustentáveis com foco na mitigação do processo de mudanças climáticas. A norueguesa afirma que usa soja brasileira na cadeia de valor e se diz preocupada com a situação no país. Já a Cargill afirmou ao jornal que toda a soja usada em ração para salmão vem de produtores sustentáveis. A agenda ambiental do governo Jair Bolsonaro tem preocupado investidores estrangeiros com afrouxamento na fiscalização e incentivos à exploração econômica da Amazônia

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.