i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Crise

Bush se reúne com países mais ricos e pede ação conjunta

G7 está reunido para buscar novas maneiras para acalmar mercados. Henry Paulson deve se encontrar com Mantega neste sábado

  • PorG1/Globo.com
  • 11/10/2008 06:29

O presidente norte-americano George W. Bush, discursou neste sábado (11) nos jardins da Casa Branca, onde se reuniu com os ministros das Finanças do G7 para discutir a crise financeira.

Em pronunciamento acompanhado das autoridades financeiras oficiais do grupo, Bush enfatizou que as medidas tomadas para debelar a crise "precisam ser coordenadas".

"Estamos nisso juntos, e superaremos isso juntos", afirmou.

Bush voltou a dizer que os efeitos das medidas nãos erão sentidos de um dia para o outro. O presidente disse ainda que todas as autoridades do grupo concordam que as medidas tomadas em conjunto com outros países deverão proteger os contribuintes.

Mais cedo, em seu programa de rádio, o presidente já havia tentado tranqüilizar os cidadãos norte-americanos sobre o futuro da saúde financeira da maior economia do mundo.

"Quando passamos por provas difíceis no passado, o povo americano sempre se mostrou à altura", afirmou. "E é exatamente o que vamos fazer mais uma vez", disse.

Expectativa

Na véspera, o G7 anunciou um "plano de ação" de cinco passos para enfrentar a crise financeira internacional, evitando novas quebras de bancos.

Também neste sábado, o secretário do Tesouro norte-americano Henry Paulson irá se encontrar com os ministros das Finanças e presidentes dos Bancos Centrais dos países que integram o G20, o grupo que reúne as nações mais ricas e os principais países emergentes.

O encontro foi uma iniciativa do Brasil, que atualmente preside o G20. O Brasil estará representado pelo ministro Guido Mantega, que preside o G20 financeiro.

O ministro vai propor neste sábado que seja criado um grupo especial para tentar identificar e neutralizar crises financeiras. Além disso, Mantega vai cobrar uma melhor regulação do mercado e uma melhor ação coordenada dos mercados do que a observada nos últimos dias.

Segundo ele, o mundo está no meio de um furacão e a crise ainda vai durar algumas semanas. "Essa crise só se resolve com uma ação coordenada de todos os países", afirmou Mantega.

Antes do encontro coletivo, na parte da tarde, Mantega e Paulson também manterão outra reunião, pela manhã.

Mantega deve se reunir na segunda-feira com investidores e mostrar as medidas tomadas para blindar a economia.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.