Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O secretário indicado para a pasta da Fazenda no Estado de São Paulo, Andrea Calabi, disse hoje não ver necessidade de um ajuste fiscal nas contas do Estado. De acordo com ele, não há "desequilíbrios ou desgastes fortes" nas contas públicas que exijam, por enquanto, um aperto. Calabi ponderou, no entanto, que a gestão das contas públicas dependerá do ritmo de crescimento da economia nos próximos anos e do valor aprovado pela Assembleia Legislativa para o Orçamento.

Após anúncio de seu nome para a Secretaria da Fazenda, feito nesta tarde pelo governador eleito. Geraldo Alckmin, Calabi disse que o desafio de sua gestão será manter o ritmo de investimentos em São Paulo. "O desafio é mobilizar recursos para viabilizar o financiamento do investimento", afirmou após a solenidade.

O secretário indicado informou ainda que pretende manter o programa da Nota Fiscal Paulista, criada na gestão do ex-governador José Serra. Para ele, a iniciativa teve sucesso e é um "ótimo sistema para complementar o sistema de arrecadação" à medida que estimula o consumidor a solicitar nota fiscal dos estabelecimentos comerciais.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]