Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Após subir quase 13% em Curitiba entre janeiro e abril, em maio o preço da cesta básica caiu pela primeira vez no ano, recuando 2,2%. O recuo nos preços foi detectado em 12 das 17 localidades pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), e simboliza queda na pressão sobre os índices gerais de inflação.

Com o resultado de maio, o aumento dos produtos alimentícios em Curitiba ficou em 10,2% no acumulado do ano. Os produtos que mais encareceram neste período foram batata (92,2%), leite (27,8%) e feijão (21,7%), enquanto o óleo de soja acumula queda de 10,8%. O tomate, frequente "vilão" da cesta por causa da fragilidade frente às mudanças climáticas, caiu 33,8% em maio e reverteu o acumulado para -2,6%.

O economista do Dieese em Curitiba Cid Cordeiro avalia que a forte alta dos alimentos no primeiro quadrimestre pressionou diretamente a inflação, mas a queda de maio já sinaliza um arrefecimento até o fim de 2010.

IPC

A queda nos alimentos também depreciou o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de Curitiba, que registrou em maio o menor índice do mês em toda a série histórica, iniciada em 1999. A inflação da capital registrou 0,14% em maio, 2,2% no acumulado do ano e 4,5% nos últimos 12 meses.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]