i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Especulação

Citigroup prevê que Grécia sairá do euro no começo de 2013

País também lidera bolsas de apostas inglesas; probabilidade de que a Grécia saia da zona do euro no próximo em 2013 ou 2014 é de 50% a 75%

  • PorAFP
  • 24/05/2012 12:23

Grécia é "favorita" em casas de apostas inglesas

Vítima da especulação dos mercados e agências de classificação de risco, a Grécia também lidera com folga as bolsas de apostas britânicas como o provável primeiro país a deixar a zona do euro.

Na William Hill, tradicional casa de apostas inglesa, onde é possível apostar desde corrida de cavalos até o possível dia em que o planeta Terra será invadido por extraterrestres, o país helêncico é o franco favorito, pagando 1/5 -- ou seja, quem apostar R$ 1 contra a Grécia, ganhará R$ 1,20 caso o país volte a usar o dracma como moeda nacional.

A Itália vem atrás, pagando 5/1 por aposta (R$ 5 para cada R$ 1 apostado). Segue a lista: Portugal (10/1), Espanha (12/1), Alemanha (14/1), Irlanda (16/1) e França (20/1) e Bélgica (25/1).

A regra da aposta considera o primeiro país da zona do euro que deixar a moeda comum europeia e adotar oficialmente outra moeda. (Gazeta do Povo)

O economista-chefe do banco americano Citigroup, Willem Buiter, previu que a Grécia sairá da zona do euro em janeiro de 2013, em seu último relatório de previsões econômicas mundiais.

"Acreditamos que agora a probabilidade de que a Grécia saia da zona do euro no próximo ano ou no seguinte é da ordem de 50% a 75% e a incorporamos isso em nossas previsões", considerou Buiter em nota recebida nesta quarta-feira (23).

"Há muita incertezas em nossas novas previsões, acreditamos que a Grécia vai sair da zona do euro no começo de 2013, o que gerará uma forte desvalorização da divisa, com uma grande queda da atividade econômica em 2013 e uma recuperação mais modesta depois", acrescentou Buiter.

Para o banco, um contágio econômico e financeiro negativo para outros países europeus será inevitável, o que já acontece de certa forma.

Além disso, o economista-chefe do Citigroup estima que a saída da Grécia da união monetária será seguida pela queda da taxa de juros básica do Banco Central Europeu a 0,5% e de um segundo programa de ajuda para Portugal e Irlanda.

O analista também previu que a Espanha requereria, neste caso, a instauração de um programa de assistência por parte do Fundo Monetário Internacional, a UE e seus credores e, além disso, um impulso para os mercados financeiros dos bônus espanhóis e dos italianos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.