i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Boletim

O melhor para o Paraná

  • PorMarisa Valério com equipe de Economia - economia@gazetadopovo.com.br
  • 14/09/2013 21:08
 | Diógenes Santos
| Foto: Diógenes Santos

Agenda

Terça e quarta, a "Future Visions – German Weeks", promovida pela Câmara Brasil-Alemanha, reúne debatedores em torno de propostas sobre a construção do futuro com tecnologias sustentáveis. O evento é uma iniciativa do Ministério das Relações Exteriores da Alemanha e da Confederação da Indústria Alemã (BDI). Também participam empresas como Bayer, Henkel, Siemens, Volkswagen e ZF. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site www.futurevisions.com.br.

A bancada do Paraná no Congresso Nacional se reúne amanhã com representantes das entidades que integram o Fórum Permanente de Desenvolvimento para identificar as prioridades do setor produtivo paranaense que devem ser incluídas nas emendas parlamentares do orçamento da união para 2014. Senadores e deputados pretendem atrair o maior volume possível de recursos dos mais de R$ 50 bilhões previstos para o ano em obras de infraestrutura e mobilidade. O líder da bancada na Câmara, deputado Marcelo Almeida (PMDB), contou ao repórter Pedro Brodbeck quais as expectativas dos deputados no encontro que será realizado na Federação das Indústrias, às 11 horas, e de que forma as necessidades da sociedade podem ser encaminhadas.

Qual o impacto de um alinhamento entre a bancada e o setor produtivo para a economia do Paraná?

Queremos que todas as forças corram para uma mesma direção. Não se trata de orquestrar as ações, mas sentir o que as entidades consideram que seja urgente. Somente com estas emendas, teremos uma margem de R$ 300 milhões a R$ 400 milhões que podem ser usados com inteligência para o nosso estado. Uma reunião como esta serve principalmente para decidirmos o que fica de fora neste ano e o que não pode esperar.

De início, já é possível apontar para alguma prioridade?

Vamos ouvir os empresários e os representantes, mas existe uma expectativa muito grande para atrair os recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para infraestrutura, principalmente estradas e ferrovias, e para mobilidade urbana. São áreas em que o Fórum já organizou e compilou os projetos existentes. Também temos que prestar atenção às necessidades da agropecuária, que segurou o setor produtivo neste ano.

As entidades estão unidas, mas as bancadas também encamparam esta ideia?

Acredito que sim. Eu me surpreendi muito com a confirmação imediata de 16 parlamentares para participarem desta reunião de alinhamento. As intenções são muitas, os objetivos podem ser variados, mas o resultado é muito mais eficiente se tivermos um único encontro de mobilização dos três entes que decidem e são impactados pelo destino dos recursos orçamentários: União, Congresso e setor produtivo.

* * * * *

Agora só em moeda estrangeira

Não bastasse o real desvalorizado em relação ao dólar e ao euro, os viajantes brasileiros têm agora mais uma dificuldade pela frente ao fazer suas compras no exterior. Por causa da volatilidade do câmbio, os bancos decidiram suspender o pagamento de compras no exterior com cartão de crédito diretamente em reais. Bradesco, Itaú e Santander já aderiram à orientação da Abecs, associação que representa o setor. Banco do Brasil e Caixa Econômica ainda estudam o que fazer.

Era uma boa forma de o consumidor tentar congelar uma determinada cotação no ato da compra, em vez de esperar a conversão que é feita pelos bancos no fechamento da fatura do cartão. Mas os bancos já pensavam na medida porque muitos consumidores vinham se recusando a pagar o IOF de 6,3% nas compras com cartão de crédito convertidas para reais.

Inovação

O primeiro Instituto Senai de Inovação (ISI) do país vai ser inaugurado nesta terça-feira em Curitiba. Até o fim de 2014, serão inaugurados 25 ISIs e 63 Institutos Senai de Tecnologia em todo o Brasil, totalizando R$ 1,9 bilhão em investimentos, dos quais R$ 1,5 bilhão são recursos do BNDES.

O instituto paranaense será dedicado à eletroquímica e permitirá o desenvolvimento de várias linhas de pesquisa aplicada, em diferentes segmentos da indústria. As atividades começam oficialmente com a realização do 1º Seminário Internacional de Inovação Industrial em Eletroquímica – S3IE.

Para vovôs e vovós

Lançado na semana passada com 200 promoções, o programa Viaja Mais Melhor Idade, do Ministério do Turismo (MTur), dobrou de tamanho em sete dias. Criado para atender o público com mais 60 anos de idade, o programa tinha 488 ofertas de passagens aéreas, pacotes, refeições e hospedagem cadastradas até a última sexta-feira.

O Viaja Mais Melhor Idade quer movimentar o mercado brasileiro de turismo especialmente nos períodos de baixa temporada com promoções e linhas especificas de financiamento na Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil. Detalhes no site http://www.viajamais.gov.br/vm/.

Brasil é o destino

Cresceu o número de brasileiros que pretende viajar pelo país, nos próximos seis meses, em vez de ir para o exterior. Agora são 72,7%, contra 69,9% em agosto do ano passado. Entre aqueles que preferem ficar, mais da metade (53,7%) dos entrevistados escolheram a região Nordeste como destino. O Sul está nos planos de 15,5%.

Os dados são da Sondagem do Consumidor – Intenção de Viagem, pesquisa realizada regularmente pelo Ministério do Turismo com a Fundação Getúlio Vargas.

Expansão

A Mazars, uma das maiores empresas de auditoria e consultoria do mundo, abriu escritório em Curitiba. É o primeiro passo do grupo em sua estratégia para ampliar os negócios no Sul do Brasil.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.