i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
petróleo

Conflito em Israel deve pressionar o caixa da Petrobras

  • PorAgência Estado
  • 17/11/2012 21:05
Navio de combustíveis da Petrobras: prejuízo bilionário | Agência Petrobras
Navio de combustíveis da Petrobras: prejuízo bilionário| Foto: Agência Petrobras

Combustível

Uso de térmicas faz estatal bater recorde de entrega de gás

Folhapress

A operação de todas as usinas térmicas brasileiras fez com que a Petrobras batesse em outubro seu próprio recorde de entrega de gás natural ao mercado, atingindo 45,1 milhões de metros cúbicos diários. No ano, a empresa registra média de 42,2 milhões de metros cúbicos por dia, 14% acima da média de 2011 (37 milhões de metros cúbicos). As usinas térmicas foram acionadas pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) a partir do segundo semestre devido à falta de chuva, que afetou as hidrelétricas.

Pré-sal

Palestra aborda oportunidades para pequenas empresas

Pequenas empresas podem conhecer oportunidades na cadeia do petróleo e gás em palestra que será ministrada na semana que vem em Curitiba. O engenheiro de equipamentos sênior da Unidade de Operações Petrobras, Jaime Shigueru Taka, vai falar sobre o assunto no dia 26 de novembro, às 19 horas, na sede do Sebrae/PR (Rua Caeté, 150, Prado Velho). A participação é gratuita e as vagas, limitadas. Quem quiser participar deve se inscrever até o dia 23 pelo fone 0800-570-0800. Após a palestra, às 21 horas, será aberta a 4ª Rodada de Negócios da Cadeia Produtiva do Petróleo, Gás e Energia.

Os bombardeios no Oriente Médio deverão ser um fator de pressão sobre o preço do petróleo. No Brasil, o conflito entre o grupo Hamas e Israel, que já atinge Tel-Aviv e Jerusalém, deverá pesar no caixa da Petrobras. A estatal importa petróleo e derivados a preços superiores aos que pratica no mercado interno e ainda está à espera de um reajuste que aproxime os preços do diesel e da gasolina do padrão internacional.

Segundo o Centro Bra­sileiro de Infraestrutura (CBIE), de janeiro a setembro a diferença entre os valores que a estatal paga pelos produtos no exterior e os de venda no Brasil somou R$ 14,6 bilhões – R$ 11,1 bilhões para o óleo diesel e R$ 3,5 bilhões para a gasolina. "Qualquer conflito no Oriente Médio e ameaça de envolvimento no Irã, este sim um importante produtor de petróleo, tem efeito sobre a commodity", destaca Adriano Pires, diretor do CBIE.

No Brasil, a expectativa é que a Petrobras tenha que adquirir mais gasolina e óleo diesel neste fim de ano. Além disso, terá que recorrer lá fora a um petróleo mais leve, diferente do que extrai em seus campos, para conseguir produzir o volume crescente de gasolina consumido internamente. O petróleo leve é o insumo ideal para a produção de gasolina e diesel por causa das características técnicas das refinarias da estatal.

A Petrobras admite trabalhar pelo reajuste de preços. Em Nova York, o diretor financeiro da empresa, Almir Barbassa, declarou na semana passada que está em discussão com o governo um reajuste dos preços dos combustíveis para equipará-los aos patamares internacionais. "[O preço] nunca esteve [tão abaixo dos níveis internacionais] como está agora", disse, logo após participar de palestras a investidores estrangeiros.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.