i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
varejo

Conveniência é a chave do sucesso nesse ramo

  • Por
  • 26/02/2015 03:00

Depois de viver a descomplicação do dia a dia pela internet, o consumidor quer levar as mesmas facilidades para o mundo físico. A conveniência do autoatendimento é uma das razões para as vending machines ganharem espaço no mercado. “A tecnologia proporciona o conforto de encontrar o que é preciso sempre à mão, sem intermediários”, aponta o sócio-diretor da consultoria GS&MD, Alexandre Van Beeck, de São Paulo.

Além das vantagens para o consumidor, a venda automática agrega valor ao varejo tradicional porque expande o contato do cliente com a marca, ao mesmo tempo em que reduz custos de uma operação convencional. “Para isso, é importante estar bem posicionado no mercado. Em outra aplicação, a máquina também pode ser a ferramenta de construção da marca”, explica.

Design, comunicação clara, equipamentos fáceis de usar, facilidade no pagamento e qualidade do produto são essenciais para fazer a máquina trabalhar pelo varejista e melhorar a experiência de compra.

Caixas automáticos

O brasileiro está disposto a recorrer ao autoatendimento, como mostra o estudo Cisco Costomer Experience Report, em que 65% dos entrevistados declaram ser favoráveis a caixas automáticos em estabelecimentos de varejo. Nos self-checkouts, o cliente realiza sozinho todos os passos, da pesagem ao pagamento do produto, no caso de supermercados.

Segundo a coordenadora do Núcleo de Estudos e Laboratório de Varejo da Escola de Comunicação e Negócios da Universidade Positivo (UP), Fabíola Paes, a opção pelo autoatendimento é uma tendência mundial diante da redução do movimento físico nos grandes magazines. “Lojas compactas são mais atraentes ao consumidor que, cada vez mais, quer resolver tudo sozinho”, diz.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.