Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
 | Hugo Harada/Gazeta do Povo
| Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo

A Petrobras Biocombustível realizou a primeira compra de óleo obtido a partir de resíduos de frango da Cooperativa Agroindustrial do Sudoeste do Paraná (Coasul), com sede na cidade de São João, nesta quinta-feira (25). Com esse contrato, pioneiro no Brasil, a companhia amplia as suas fontes de matérias-primas adquiridas de cooperativas para a manutenção do Selo Combustível Social. Foram adquiridas nessa primeira operação 31,65 toneladas do óleo.

A compra é resultado de parceria firmada com a cooperativa em fevereiro. O óleo será produzido a partir das vísceras de animais fornecidos por 148 agricultores cadastrados na cooperativa e que estão espalhados em 22 municípios na região. A estimativa é que em doze meses sejam compradas 3,8 mil toneladas pela companhia.

De acordo com o gerente de desenvolvimento agrícola da Petrobras Biocombustível, Raphael Leão, a companhia já vinha buscando cooperativas aptas para o fornecimento de óleos de origem animal oriundos da agricultura familiar. “A publicação da Portaria nº337 pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário, em setembro de 2015, regulamentou a aquisição destes coprodutos e permitiu trazer para o programa também resíduos animais.”

A iniciativa contribui para a manutenção do Selo Combustível Social, exigência do Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel para que as empresas participem plenamente dos leilões de biodiesel da Agência Nacional do Petróleo (ANP). Ao mesmo tempo, a aquisição do óleo fortalece a cadeia produtiva dos pequenos produtores de aves através de pagamento de bônus à cooperativa, que é revertido para o custeio da assistência técnica e aumento da remuneração do produtor.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]