Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O Conselho Monetário Nacional (CMN) decidiu elevar de R$ 35 milhões para até R$ 50 milhões por cooperativa o limite de crédito do Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção Agropecuária (Prodecoop). O valor poderá ser duplicado em caso de cooperativa central ou de investimento em outra unidade da federação, que não o seu estado de origem. Hoje muitas cooperativas desenvolvem atividades em mais de um estado. As do Paraná, por exemplo, tem forte presença no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Para ampliar a oferta de crédito para o setor cooperativista, num momento de restrição por conta da crise financeira internacional, o CMN decidiu permitir o financiamento para capital de giro na safra 2008/09 de até R$ 10 milhões por cooperativa. O prazo máximo de reembolso será de 24 meses e o valor será deduzido do limite de crédito anual de cada cooperativa.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]