Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A tendência já estava clara há dois anos, e era apenas uma questão de tempo para que as vendas de computadores portáteis superasse a dos desktops no mercado brasileiro. Não é mais: a Associação da Indús­tria Ele­tro-eletrônica divulgou que a venda de notes deve crescer 39% este ano, atingindo 7,15 milhões de unidades, contra 6, 8 milhões de desktops.

No total, o segmento de in­­for­­mática venderá 14 milhões de máquinas, crescimento de 17% em relação a 2009. Neste ano, a participação do chamado mercado cinza vai se manter em 30%. O único dos oito segmentos da indústria eletrônica que re­­gistrará queda no faturamento é o de telecomunicações – R$ 16,7 bilhões, queda de 9%. Uma das razões para a queda na produção foi a expansão das vendas dos smartphones, em sua maioria importados.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]