i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Pavimentação

Dnit começará obras na Transamazônica no fim do mês

Rodovia liga o Tocantins com o Pará. Expectativa está na espera da licença da obra no dia 21 de junho pelo Ibama

  • PorAgência Estado
  • 04/06/2010 15:57

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) pretende iniciar, no fim deste mês, a pavimentação de um trecho de 720 quilômetros da rodovia Transamazônica (BR 230), entre a divida de Tocantins com o Pará até o município de Rurópolis, no centro-oeste do Pará. A previsão foi feita nesta sexta-feira (4) pelo diretor-geral do Dnit, Luiz Antonio Pagot.

Após dois anos de interlocução com a área ambiental do governo, a expectativa de Pagot é de que o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) libere a licença da obra no dia 21 deste mês. "Como já está tudo licitado no dia 23 já podemos dar a ordem de serviço", disse Pagot.

O diretor do Dnit disse que a obra já recebeu autorização de outros órgãos oficiais, como a Fundação Nacional do Índio (Funai) e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). "A autorização da Funai foi fácil, porque eles já tinham os estudos de Belo Monte", disse Pagot. A rodovia BR 230 passa a uma distância de 100 quilômetros do local onde será construída a hidrelétrica de Belo Monte.

Segundo Pagot, a pavimentação desse trecho da Transamazônica deverá demandar investimentos de R$ 1,2 bilhão, incluindo a construção de pontes. A previsão é de que os trabalhos sejam concluídos em 30 meses. "A obra é importante, pois essa é uma região completamente desprovida de rodovias pavimentadas", acrescentou.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.