i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Mercado financeiro

Dólar recua 3,15% com atuação do BC no mercado

Banco Central anunciou venda de até US$ 50 bilhões. Instituição também fez cinco intervenções diretas

  • PorReuters
  • 23/10/2008 14:52

O dólar teve queda de 3,15% e fechou negociado a R$ 2,305 nesta quinta-feira (23), em um pregão marcado pela forte atuação do Banco Central (BC) contras as recentes altas na cotação da moeda americana.

Após iniciar o pregão com forte valorização, superando o patamar de R$ 2,50, a divisa inverteu de rumo com o anúncio do BC de que estaria preparado para vender até US$ 50 bilhões em contratos de "swap cambial". Estes instrumentos funcionam como uma venda de dólares no mercado futuro, o que contribui para impedir uma disparada maior do dólar no mercado à vista.

Além disso, a autoridade monetária voltou a intervir diretamente no mercado de câmbio, realizando cinco operações: três vendas diretas à vista de moeda e dois leilões de "swap cambial". Nos dois leilões de 'swap', o BC vendeu 46.000 contratos, equivalentes a US$ 2,2 bilhões.

Arsenal do BC

"O BC está querendo é mostrar que ele tem lastro para bancar a coisa... Então, isso tudo reverte numa situação de alerta a eventuais especuladores, de que se precisar, ele (o BC) vai utilizar todo o arsenal de que dispõe", avaliou Vanderlei Arruda, gerente de câmbio da corretora Souza Barros.

"A gente está numa situação em que a gente sofre a influência de todo o mercado externo e lá fora a situação não está diferente", afirmou Arruda referindo-se à turbulência externa diante de uma possível recessão global.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.