Uma piora generalizada nos mercados financeiros globais impulsionou o dólar no Brasil para o maior patamar de fechamento desde abril, com a maior variação positiva diária desde janeiro.

A moeda norte-americana fechou em alta de 2,32%, para R$ 1,717, maior fechamento desde 4 de abril. A última vez que a moeda subiu mais que 2,3% em um único dia foi em 21 de janeiro, quando a variação no final da sessão foi de 2,46%.

A menos de meia hora do fim do pregão, a Bovespa recuava 2,6%, enquanto nos Estados Unidos, os principais índices acionários perdiam mais de 2,5%.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]