i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Pesquisa

Educação financeira de jovem piora em 2014

Levantamento do Serasa em parceria com o Ibope mostra que os mais mais novos têm o pior desempenho com as finanças

  • PorLuan Galani, com Agência Estado
  • 07/08/2014 08:22
Jovens são os mais imprudentes na administração do dinheiro. | Agência Gazeta do Povo/Reuters
Jovens são os mais imprudentes na administração do dinheiro.| Foto: Agência Gazeta do Povo/Reuters

Descubra qual o seu nível de educação financeira

Clique aqui e faça o teste para saber qual é o seu nível de educação financeira.

Bons hábitos para melhorar as finanças

Veja algumas dicas da Serasa para melhorar suas finanças:

-Gaste menos do que ganha

-Poupe um pouca a cada semana

-Corte dívidas e separe uma parte do rendimento familiar para poupança

-Separe no mínimo três vezes a renda média mensal para um fundo de emergência

-Faça um orçamento para saber quanto gastar e quanto poupar

-Compre menos no crediário

O brasileiro manteve o mesmo nível de educação financeira em 2014 na comparação com o ano passado, mas a medição piorou entre os jovens, informou a Serasa Experian em pesquisa conjunta com o Ibope Inteligência, divulgada nesta quinta-feira (07). Os componentes do índice também mostraram uma piora marginal.

O Indicador de Educação Financeira (IndEF) continuou em 6,0, mas os componentes de Conhecimento e Comportamento mostraram piora de 0,1 ponto, para 7,4 e 5,1, respectivamente. A medida de Atitude se manteve em 6,3. O indicador possui escala de 0 a 10. Os jovens apresentaram o pior desempenho: o grupo de 16 a 17 anos registrou queda na pontuação, passando de 5,9 para 5,5. No grupo de 18 a 24 anos, a piora foi menor, de 5,9 para 5,8.

Apesar de o número geral permanecer estável, na passagem de 2013 para 2014 houve uma queda no número de pessoas que disseram registrar despesas superiores a receitas nos últimos 12 meses. O porcentual de renda mensal comprometida com dívidas maior que 50% também declinou. "Essas variações refletem uma postura mais cautelosa do consumidor brasileiro em 2014, em consequência do alto grau de inadimplência em 2013", informou o documento de divulgação do indicador.

A categoria Conhecimento avalia o entendimento de conceitos financeiros. Atitude mede a relação do entrevistado com o dinheiro e Comportamento diz respeito às ações do entrevistado no dia a dia. A pesquisa foi realizada entre os dias 10 e 14 de abril. Foram entrevistadas 2002 pessoas em 140 cidades de todos os Estados. A margem de erro é de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.