i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
aviação

Embraer anuncia novo presidente em meio a suspeita de propina

Segundo Wall Street Journal , haveria pagamentos suspeitos na venda de aeronaves militares para a República Dominicana. Empresa nega que mudança no comando tenha relação com a denúncia

    • Folhapress Web
    • 10/06/2016 11:42
    Paulo Cesar de Souza e Silva, novo presidente da Embraer, assume o cargo em julho. | Eric Piermont/AFP
    Paulo Cesar de Souza e Silva, novo presidente da Embraer, assume o cargo em julho.| Foto: Eric Piermont/AFP

    Após nove anos na presidência da Embraer, Frederico Fleury Curado será substituído por Paulo Cesar de Souza e Silva. A mudança foi anunciada pela empresa na quinta-feira (9). Silva toma posse em julho, mas a transição de gestão deve terminar apenas em dezembro. Até lá, Curado continuará na administração da companhia. Ele também vai continuar a integrar os conselhos da empresa, segundo a assessoria da Embraer.

    Formado em economia, o novo presidente começou a carreira na Embraer em 2007 e, em 2010, assumiu a diretoria de aviação comercial, posição que ocupava até agora. Antes de entrar na empresa, ele trabalhou no setor bancário e foi vice-presidente para a América Latina do Westdeutsche Landesbank.

    “Após mais de 32 anos na Embraer, 22 dos quais na diretoria, estou completando um ciclo em minha carreira e passarei a me concentrar em outras atividades profissionais e pessoais”, afirmou Curado, em nota.

    Investigação de corrupção

    Procurada, a companhia respondeu por meio de sua assessoria que a mudança na administração faz parte de um ciclo normal e que não está ligada a suspeitas de corrupção noticiadas nos Estados Unidos em março. Na ocasião, um consultor de vendas afirmou ao The Wall Street Journal que pagava propinas em nome da Embraer, fato que seria conhecido por seus executivos. O suborno estaria ligado à venda de aeronaves militares para a República Dominicana em 2008, segundo o jornal.

    A fabricante de aeronaves é alvo de investigação do Departamento de Justiça e da SEC (Securities and Exchange Commission, a CVM americana) nos Estados Unidos por suspeita de violação das leis de anticorrupção do país. A Embraer declarou não saber o conteúdo das investigações, que correm em segredo de Justiça, e disse colaborar com elas.

    Fundada em 1969, a companhia tem 19,3 mil funcionários e é a principal exportadora de bens de alto valor agregado do Brasil, já tendo produzido mais de 8.000 aeronaves. Em 2015, ela teve prejuízo de R$ 184 milhões.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.