Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Programa é exibido às quintas-feiras, no canal Sony | Divulgação/Sony/
Programa é exibido às quintas-feiras, no canal Sony| Foto: Divulgação/Sony/

O empresário paranaense Carlos Wizard, fundador da escola de idiomas de mesmo nome e dono das marcas Mundo Verde, Rainha, Topper e Taco Bell, virou sócio investidor da empresa curitibana Natural Science, que vende produtos e suplementos vegetarianos feitos a partir da proteína de arroz. A negociação foi feita durante o programa “Shark Tank Brasil: Negociando com Tubarões”, produzido pelo canal Sony. Wizard aportou R$ 400 mil e ganhou o direito à participação de 50% no negócio.

A sinergia existente entre as marcas Natural Science e Mundo Verde foi o principal fator que influenciou a parceria. O Mundo Verde é uma rede de varejo com cerca de 400 lojas no Brasil que vende produtos naturais. São 10 mil itens à disposição dos clientes entregues pelos 1,2 mil fornecedores. A marca foi comprada por Wizard em 2014 e marcou a entrada do empresário no segmento de alimentação saudável.

Já a Natural Science foi comprada pelo casal Leandro e Ariane Duarte em 2012. Na época, eles investiram R$ 35 mil no negócio. Um ano depois, transformaram a marca ao focar no público vegano e vegetariano e a passar a produzir produtos e suplementos com base em proteína de arroz. Estão, atualmente, presentes em cerca de 200 pontos de venda e cresceram 20% em 2016 ao faturar R$ 600 mil.

O tubarão

Carlos Wizard é um dos tubarões do Shark Tank BrasilMarcelo Andrade

Os empresários Leandro Duarte e Carlos Wizard se conheceram através do programa Shark Tank Brasil e resolveram unir suas forças. A Natural Science vai entrar com fornecedora e fabricante do Mundo Verde e a rede de lojas vai vender os produtos da marca curitibana nos 400 pontos de venda que possui em todas as regiões do país.

Leandro Duarte conta que a ideia de se tornar um fornecedor do Mundo Verde já estava no plano de negócios da empresa e que a presença de Carlos Wizard no programa foi uma coincidência. “Eu sabia que precisaria de um sócio investidor para escalar o meu negócio. Aí no ano passado eu vi o anúncio do programa e resolvi me inscrever, pois já acompanhava a versão americana. Mas eu não sabia na época quem seriam os tubarões [como são chamados os investidores que participam do programa]”, conta Leandro Duarte.

Com a participação do fundador do Mundo Verde entre os tubarões, Leandro focou a sua apresentação para convencer Wizard a entrar no negócio. “Se eu colocar um produto meu de cada sabor em cada uma das 400 lojas do Mundo Verde e vender isso uma vez por mês, eu já vou faturar R$ 4 milhões ano que vem”, explicou o empresário durante o programa que foi ao ar na quinta-feira (12).

Leandro topou, inclusive, fazer algumas concessões para ter Wizard como sócio investidor. A proposta inicial era de um aporte de R$ 400 mil com participação de 20%. O negócio foi fechado com participação de 50%. “Quando eu fui para o programa, eu tinha pensando em estender a participação em, no máximo, 40%. Tanto que se fosse qualquer um dos outros tubarões eu não teria aceito. Mas isso não se aplica a Carlos Wizard”, comenta Leandro. “O dinheiro não tem nem 10% da importância do meu sócio. Ele é um conhecer do mercado, vai agregar muito a marca.”

Modelo de negócio

Leandro Duarte, sócio da Natural ScienceDivulgação

Outro fator que chamou a atenção dos tubarões foi a margem da empresa. A Natural Science tem apenas um funcionário e um galpão locado. Toda a parte de fabricação é terceirizada e a elaboração das fórmulas é feita em parceria com laboratórios. Com isso, a empresa consegue compensar o fato de a matéria-prima (proteína de arroz) ser um pouco mais cara e fechar com margem líquida total de 20%.

Com a parceria com o Mundo Verde, a empresa estima que será possível reduzir de 5% a 15% o custo de fabricação ao passar a produzir em grande escala. O preço médio do produto é de R$ 185 o pote grande, com custo de produção de R$ 75 e repassado ao lojista entre R$ 110 e R$ 120. A empresa já tem planos de exportar os produtos.

Programa

O “Shark Tank Brasil: Negociando com Tubarões” é a versão brasileira do programa americano produzido pelo canal Sony. Empreendedores vão até o programa e apresentam o seu negócio em busca de investimento. Os tubarões, como são chamados investidores, avaliam a ideia e se querem aportar dinheiro em troca de participação societária. No Brasil, os tubarões são Carlos Wizard, João Appolinário, Cris Arcangeli, Robinson Shiba, Camila Farani e Sorocaba. Os episódios vão ao ar nas quintas-feiras, às 21h.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]