i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Millenials

“Escola de adultos” ensina jovens a pagar imposto e trocar pneu

Duas amigas, uma psicóloga e uma pedagoga, resolveram transformar a demanda de jovens adultos em um modelo de negócios

  • PorNaiady Piva
  • 27/07/2017 18:42
Não por coincidência, a ideia foi de duas “millenials”, que resolveram transformar uma inquietação em dinheiro | Pixabay
Não por coincidência, a ideia foi de duas “millenials”, que resolveram transformar uma inquietação em dinheiro| Foto: Pixabay

Trocar o pneu. Fazer baliza. Declarar o imposto de renda. Ser adulto não é fácil. Pior ainda é descobrir que você tem todas essas tarefas. Coisas que ninguém te ensinou como fazer. Foi para resolver este problema que duas empresárias resolveram criar uma "escola para adultos".

LEIA TAMBÉM Geração de “jovens chatos”, millenials mudam forma das empresas se venderem

A lista de aulas vai longe. Só o módulo básico de cuidados com o carro inclui aprender a checar o óleo, preencher o fluído do limpador de para-brisa, TROCAR o para-brisa, religar uma bateria descarregada e trocar o pneu. 

Pode parecer bobo. Mas são coisas que a maioria das pessoas não aprende na escola. Nem na família. O que parecia um problema virou uma oportunidade de negócios para a psicoterapeuta Rachel Weinstein e para a pedagoga Katie Brunelle.

LEIA MAIS sobre Empreendedorismo

Elas criaram o "Adulting Collective" (algo como "Coletivo de Adultos"), no ano passado, na cidade do Maine, nos Estados Unidos. Inicialmente, o nome era "Adulting School" (literalmente, "Escola de Adultos"), mas resolveram mudar para evitar preconceitos.

Tudo começou quando Rachel viu o outdoor de uma companhia de seguros, que prometia ensinar "coisas de adulto" sobre o mundo dos seguros para jovens adultos.

Era uma ideia genial, ela pensou. E resolveu transformar isso em negócio. Como não sabia por onde começar, chamou sua amiga Katie, com 13 anos de experiência na área de educação.

LEIA TAMBÉM: A tática do Youtube para fabricar youtubers cada vez melhores

A mensalidade do Adulting Collective custa US$ 19,99 (cerca de R$ 62). Quem pagar o plano semestral ganha desconto de 5%. No anual, de 15%.

A grade completa ainda não está disponível. Apenas pré-matrículas estão sendo aceitas, além de workshops condensados em um dia. Por enquanto, o foco do negócio é nos EUA, na região do Maine.

Nos Estados Unidos, muita gente criticou a proposta por ser redundante. Ensinar algo que as pessoas, em tese, já deveriam aprender ao longo da adolescência.

A verdade é que há demanda. A aposta da empresa é de que uma escola de adultos vai ter forte aderência no público millenial. As fundadoras, elas próprias com 30 e poucos anos, são desta geração.

Numa sacada inteligente, eles tiraram o "escola" do nome. Num discurso que pode não convencer os críticos, mas cai como uma luva para o público millenial.

“Nós não somos professores nem alunos. Todos os envolvidos no curso têm forças e dificuldades em virar adulto. Uma pessoa que sabe tudo sobre finanças talvez precise de ajuda para aprender a se alimentar de forma saudável e balanceada. Nós todos somos simplesmente um Coletivo de Adultos [Adulting Collective - o nome do estabelecimento] alguns estão contribuindo, outros participando. E muitos vão fazer as duas coisas”.

Fazer coisas de adulto é uma questão tão grande para os millenials dos Estados Unidos que tem até verbo. "Adulting" significa algo como "adultar". Como na frase "adutei muito mandando meu imposto para a Receita".

A escola de adultos se estrutura em seis pilares: bem estar, faça você mesmo, trabalho, dinheiro, comunidade e relacionamentos. Outros cursos ofertados são o de alimentação saudável (como aprender a cozinhar a própria comida todos os dias, e não viver de Cup Noodles?); e de finanças pessoais (poupança ou tesouro direto?!).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.