i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
empreendedorismo

Prêmio Ozires Silva enfatiza a importância da educação

Com recorde no número de inscritos, vencedores da 9ª edição foram anunciados nesta quarta-feira (17) em Curitiba

  • PorJéssica Sant’Ana
  • 17/02/2016 20:20
O ex-ministro e fundador da Embraer Ozires Silva, que dá nome ao prêmio, prestigiou a festa de premiação em Curitiba. | Pedro Serapio/Gazeta do Povo
O ex-ministro e fundador da Embraer Ozires Silva, que dá nome ao prêmio, prestigiou a festa de premiação em Curitiba.| Foto: Pedro Serapio/Gazeta do Povo

Iniciativas empreendedoras que enfatizam a educação como uma mola propulsora do desenvolvimento econômico e social foram os grandes destaques da 9.ª edição do Prêmio Ozires Silva de Empreendedorismo Sustentável. A premiação nacional reconheceu projetos de empresas e cidadãos que buscam solucionar demandas urbanas e sociais de temas variados, como meio ambiente, mobilidade e inclusão social.

Os vencedores foram anunciados nesta quarta-feira (17), em Curitiba, durante evento que teve a participação do ex-ministro e fundador da Embraer Ozires Silva, que ajudou a criar a iniciativa. O prêmio é uma realização do Instituto Superior de Administração e Economia (Isae-FGV) e do Grupo Paranaense de Comunicação (GRPCOM).

A 9ª edição bateu recorde de inscritos: 128 projetos de nove estados. “Aquilo que começou localmente [(em Curitiba] se tornou uma iniciativa nacional”, afirma o presidente do Isae-FGV, Norman de Paula Arruda Filho. Ele destaca também a qualidade dos trabalhos inscritos, principalmente por terem uma ênfase muito grande na área educacional. “A educação é a propulsora de mudanças na sociedade”, diz.

Ao todo, foram premiados 20 projetos do Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo. O prêmio é dividido em quatro categorias (Empreendedorismo Social, Ambiental, Educação e Econômico) e contempla inscrições de empresas, estudantes e demais cidadãos. Na categoria Educação, houve um empate.

Exemplos

A promoção do empreendedorismo sustentável através da educação é o ponto em comum dos projetos reconhecidos no Prêmio Ozires Silva. A Fundação Educere, de Campo Mourão, foi premiada na categoria Empreendedorismo Econômico, na modalidade empresa de médio porte.

Com o projeto de incubadora de empresas, a instituição já graduou sete negócios na área da saúde. Em 2015, o faturamento dessas empresas atingiu R$ 45 milhões. Atualmente, nove empresas estão incubadas na fundação que oferece espaço físico, acesso a laboratórios e consultorias para ajudar no desenvolvimento dos projetos.

“Campo Mourão é uma cidade de 90 mil habitantes que tem a economia voltada para a agricultura. Antes do projeto, não existia um arranjo produtivo local para a área da saúde”, explica o diretor da instituição, Eduardo Akira.

Na categoria Empreendedorismo Social, modalidade empresa de pequeno porte, o projeto Voluntariado Líder Especial foi o vencedor. A iniciativa é promovida pela Asid – organização sem fins lucrativos de Curitiba que presta consultorias de gestão para instituições que atendem pessoas com deficiência.

O projeto consiste em conectar gestores com diretores de escolas filantrópicas de educação especial para a promoção da liderança. Em 2015, foram 20 voluntários de uma empresa de gestão e tecnologia de Curitiba que atuaram em cinco instituições de ensino. Ao longo de oito meses, eles puderem diagnosticar as principais demandas das diretorias das escolas e propor soluções na área de gestão.

Cidadão

Cidadãos que tenham interesse em melhorar a sociedade também foram reconhecidos durante o prêmio. É o caso do Roberto Carlos Cassaniga, gestor administrativo que mobilizou o município de Palmas, no Paraná, a incluir a disciplina empreendedorismo no currículo escolar.

Durante este ano, em parceria com o Sebrae, alunos da 5ª série do ensino fundamental terão aulas de empreendedorismo. A ideia veio de uma preocupação com o futuro: “Que profissionais teremos em 2030?”, questionou Cassaniga, que mobilizou as autoridades locais.

Vencedores

Confira quem são os ganhadores da 9.ª edição do Prêmio Ozires Silva:

Empreendedorismo Social

Estudante

Os benefícios da utilização de um aparelho de suporte parcial de peso em pacientes com Hemiplegia resultante de acidente vascular encefálico, criado por Cecilia Costa Carosa.

Pessoa Física

Projeto Dialogando, de José Antonio Campos Jardim.

Micro e pequeno porte

Voluntariado Líder Especial: a união do benefício social com o desenvolvimento da liderança, da Asid Brasil.

Médio porte

Carinho de Mãe, da Associação Franciscana de Educação ao Cidadão Especial (Afece).

Médio-grande e grande porte

Programa de qualificação profissional em Liceus de Ofício, do Senai-PR.

Empreendedorismo Econômico

Estudante

Triare, da Natalia Yurie Konishi.

Micro e pequeno porte

Projeto de economia solidária e protagonismo feminino, da Secretaria da Mulher e Assuntos da Família de Apucarana.

Médio

Incubadora de empresas da Fundação Educere.

Médio-grande e grande porte

Laboratório aberto SENAI - Metalmecânico, do Senai-PR

Empreendedorismo Ambiental

Estudante

Potencial da incorporação de resíduos de borracha de pneus em matriz de gesso para utilização na construção civil, criado por Nayra Alberici Pinto.

Pessoa Física

Get a ride!, um aplicativo de caronas corporativas, idealizado por Luana Vianna Monteiro.

Micro e pequeno porte

Unidade industrial da produção de briquetes ecológicos, na Speltz Consultoria Florestal.

Médio porte

Produção de pasta de alto rendimento utilizando como matéria-prima resíduos de couro. Projeto desenvolvido pelas empresas Ademir José de Quadros e Senai de Telêmaco Borba.

Médio-grande e grande porte

Reaproveitamento de resíduos e a economia circular, da Deca.

Empreendedorismo na Educação

Estudante

Primeiros socorros dentro do ambiente escolar, de Diego Alessandro Klemtz.

Pessoa Física

Contribuir para o despertar do espírito empreendedor nos jovens do Município de Palmas, no Paraná. Criado por Roberto Carlos Cassaniga.

Micro e pequeno porte

Protetor Térmico, de Luci Spitzner Fogaça.

Programa Bom Aluno Capixaba, do Instituto Ponte.

Médio porte

Oficinas Empreendedoras do Centro Brasileiro de Cursos (Cebrac).

Médio-grande e grande porte

Projeto Facilitadores: multiplicando conhecimento, gerando resultados, do Porto de Itapoá.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.