Kéfera Store foi o pontapé inicial da startup. | /
Kéfera Store foi o pontapé inicial da startup.| Foto: /

Lançado em agosto de 2015, a loja virtual da youtuber curitibana Kéfera Buchmman, Kéfera Store, é resultado de uma parceria dela com a startup Coletive. Um dos sócios da empresa é Ricardo Almeida, editor de vídeo que há mais de três anos trabalha com a webcelebridade. Da ideia de abrir uma loja e-commerce para Kéfera, surgiu a Coletive.

A empresa, focada na profissionalização de youtubers e influenciadores, é formada por cinco sócios e atualmente conta com mais quatro colaboradores. Uma das sócias é Virginia Crema, assessora de comunicação. “Nosso nicho de mercado é traduzir conteúdo de internet em dinheiro. Sentimos a demanda de monetizar, de transformar canais em fonte de dinheiro”, explica.

Atualmente a Coletive trabalha com dois braços, e-commerce e produtora de vídeos audiovisuais – o canal 5inco minutos da Kéfera é editado pela startup – para famosos da web. Para o ano de 2016, a ideia é estender a área de atuação para além de personalidades: um terceiro braço que levaria empresas de varejo que não investem em exposição de vendas online para esse tipo de mercado. Além disso, criar conteúdos de mídia exclusivos para internet.

Para manter o engajamento e a linguagem da geração que acompanha Kéfera, a Coletive tem canal direto com a youtuber. Os temas de seus futuros vídeos são passados com antecedência para a empresa, com o objetivo de preparar a oferta de produtos em sintonia com o teor do conteúdo audiovisual.

Outros canais também são gerenciados pela Coletive, como o da cantora ex-The Voice Nonô Lellis e da humorista Bruna Louise. A rede de canais Snack, que lançou recentemente o canal sobre relacionamentos Love Treta, apresentado pelo ex-CQC Rafael Cortez, também conta com serviços dos curitibanos.

* Colaborou Caio Ferreira Liberal
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]