i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Oficialização

Espanha pede ao Eurogrupo ajuda financeira para seus bancos

Valor da ajuda solicitada e as modalidades do empréstimo ainda não foram definidos

  • PorAFP
  • 25/06/2012 04:36

A Espanha formalizou, em uma carta publicada nesta segunda-feira (25), o pedido de ajuda à Eurozona para o setor bancário. O documento omite os detalhes do plano, que deve ficar pronto até 9 de julho, data da próxima reunião do Eurogrupo.

"O ministro da Economia e Concorrência, Luis de Guindos, enviou hoje ao presidente do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker, a carta na qual solicita, em nome do governo da Espanha, assistência financeira para a recapitalização das instituições financeiras que assim o requeiram", afirma a carta.

O governo espanhol havia anunciado na quinta-feira que os bancos do país precisavam de 62 bilhões de euros no máximo, com base nos resultados de auditorias independentes. A Eurozona havia proposto um valor máximo de € 100 bilhões.

O valor da ajuda solicitada e as modalidades do empréstimo ainda não foram definidos.

O ministro Guindos anunciou na semana passada que a ajuda poderia acontecer com um empréstimo a 15 anos, com taxas de juros entre 3% e 4%.

Com o empréstimo, a Espanha é o quarto país da zona do euro a ser beneficiado por uma ajuda europeia, depois de Grécia, Irlanda e Portugal. Mas o auxílio está limitado ao setor bancário espanhol, muito fragilizado após a explosão da bolha imobiliária de 2008.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.