Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Economia
  3. Facebook pode usar #10yearchallenge para treinar inteligência artificial

tecnologia

Facebook pode usar #10yearchallenge para treinar inteligência artificial

Desafio é oportunidade para ensinar padrões, como envelhecimento, para a inteligência artificial da rede social

  • Infomoney
A atriz Kate Hudson em uma das postagens que fez para o desafio. | Reprodução Instagram
A atriz Kate Hudson em uma das postagens que fez para o desafio. Reprodução Instagram
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Você provavelmente deve ter notado nas redes sociais a hashtag #10yearchallenge (desafio dos 10 anos). A intenção do desafio é fazer com que as pessoas postem uma fotografia de si mesmas em 2009 ao lado de uma atual, para comprar a mudança.

No entanto, o que teoricamente seria apenas o primeiro meme de 2019, pode se tornar uma base de dados gigantesca para o Facebook, possibilitando treinar algoritmos de reconhecimento facial com base na progressão da idade, argumenta Kate O’Neill, consultora especialista em tecnologia humanista, em um texto da wired .

No início, a tese pode parecer teoria da conspiração. Afinal, as imagens já estão disponíveis na rede social de qualquer maneira, certo? O Facebook já tem acesso à esses dados. Ele poderia comparar as fotos de perfil com base na data em que foram postadas, por exemplo.

LEIA TAMBÉM:Procura-se mão de obra especializada e paga-se bem: o boom da área de TI

Não é bem assim. O’Neill argumenta que isso geraria um ruído muito grande nas informações. As pessoas não necessariamente postam as fotos em ordem cronológica e, em muitos casos, a imagem de perfil de alguém nem é um retrato, e sim uma paisagem, ou algum animal, ou até uma foto de família.

“Se você quer treinar um algoritmo de reconhecimento facial em características relacionadas à idade, ajudaria ter duas fotos pessoais separadas por um número fixo de anos”, defende. É como se, ao fazer o desafio, os usuários estivessem limpando, organizando e rotulando os dados que antes estavam bagunçados e não eram exatamente confiáveis.

Com o isso, a inteligência artificial do Facebook poderia detectar padrões. Descobrir como as pessoas tendem a ficar à medida que envelhecem. Além disso, através da legenda da foto no meme, a rede poderia ter mais acesso ao contexto da imagem, saber onde foi tirada e em qual ocasião. Basta pesquisar a hashtag e qualquer pessoa pode consultar essas informações.

LEIA TAMBÉM: Taycan, o primeiro carro elétrico da Porsche, quer ser uma pedra no sapato da Tesla

Em nota, o Facebook garante que não teve nenhum envolvimento no #10YearChallenge. “O Facebook não iniciou essa tendência. Este é um meme gerado por um usuário da rede e se tornou viral.”

Ainda deste meme não ter sido desenvolvido pelo Facebook, O’Niell relembra de jogos e outros desafios sociais que já foram projetados essencialmente para extrair e coletar dados em massa, como o caso da Cambridge Analytica .

Claro que treinar algoritmos para reconhecimento final pode ter seus ganhos positivos, como ajudar a encontrar crianças desaparecidas.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE