A TIM informou que foi constatado um problema de rede para a transmissão de voz e dados via 3G. Porém, a empresa não soube especificar a causa do problema | Hugo Harada/ Agência de Notícias Gazeta do Povo.
A TIM informou que foi constatado um problema de rede para a transmissão de voz e dados via 3G. Porém, a empresa não soube especificar a causa do problema| Foto: Hugo Harada/ Agência de Notícias Gazeta do Povo.

Um problema na rede de telefonia móvel da operadora TIM em Curitiba e cidades da Região Metropolitana causa transtornos aos usuários desde a tarde desta quinta-feira (30). Clientes encontravam dificuldade para utilizar serviços de voz e transmissão de dados entre celulares da operadora com números fixos e clientes de outras empresas de telefonia móvel.

Vários usuários se manifestavam pelas redes sociais a respeito do problema, que atinge a telefonia móvel na Grande Curitiba.

A reportagem tentou entrar em contato com a assessoria de imprensa da operadora em Curitiba a partir das 21h30 pelos canais fixos e móveis, mas não foi atendida. Pelo canal 1056 de atendimento ao cliente, a operadora informou que vários usuários da região com DDD 41 entraram em contato para reclamar.

Por volta das 21h30, a operadora disse que foi constatado uma falha de rede para a transmissão de voz e dados via 3G. Porém, a empresa não soube especificar a causa. A TIM informou também que a previsão para restabelecer o sinal na região de Curitiba era até 1h de sexta-feira (31).

No fim da noite, por volta das 23h40, a assessoria da TIM informou, por e-mail, que "uma falha técnica, as 18h30 de hoje (30/08), em uma de suas centrais ocasionou problemas nos serviços de voz e dados em Curitiba. Técnicos da operadora trabalharam para restabelecer os serviços que voltaram ao funcionamento às 21h30. A empresa lamenta os transtornos e reforça o seu compromisso junto aos clientes."

Suspensão

A TIM recebeu em julho de 2012 uma punição da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) por causa dos problemas de sinal registrados em 18 estados do Brasil - inclusive no Paraná. As vendas de planos de telefonia foram suspensas no dia 23 de julho e vigoraram até o dia 3 de agosto. A empresa também foi acusada de derrubar propositalmente o sinal dos usuários. A TIM nega a prática.

Além da TIM, as operadoras Claro e Oi também foram impedidas de vender planos de telefonia em alguns estados do Brasil pela Anatel.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]