i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
fuja das dívidas

Confira dicas preciosas para não se afundar no cartão de crédito

Conhecer as taxas cobradas, não contar com o limite e não recorrer ao crédito rotativo são cruciais para não contrair dívidas

  • PorDa Redação
  • 13/06/2016 17:08
 | Marcos Santos/USP Imagens
| Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Em tempos de crise, qualquer cuidado com as finanças é necessário. Um ponto que merece atenção é o dos cartões de crédito. Segundo pesquisa da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), em maio, os juros médios do cartão de crédito subiram pelo vigésimo mês consecutivo e alcançaram os 441,76% ao ano.

VÍDEO: Saiba como escapar dos juros do cartão de crédito

Mais alarmante ainda é o estudo realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) em conjunto com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). De acordo com a pesquisa, 54,7% dos usuários de cartão no Brasil desconhecem os juros cobrados quando ocorre o atraso no pagamento da fatura.

Leia mais notícias sobre Finanças Pessoais

O cartão de crédito, porém, não precisa ser abandonado. O segredo é utilizar o serviço com parcimônia. Confira dicas para não se “enforcar” no cartão:

Confira o extrato com frequência

Checar, ao menos uma vez na semana, o extrato do cartão ajuda no controle das finanças. Assim, o cliente confere em que pontos deve economizar e o quanto ainda pode gastar.

Cuidado com o débito automático

O débito automático pode atrapalhar o controle de gastos por parte do usuário, que ficaria mais “relaxado” devido à data de cobrança programada. Além do mais, há o risco de ocorrerem cobranças indevidas, problema que pode demorar a ser resolvido.

Conheça todas as taxas cobradas

É crucial que o cliente saiba que taxas o banco cobra para a manutenção do cartão para poder cuidar de suas finanças. Muitas instituições estabelecem uma taxa de anuidade apenas para a utilização do serviço, além dos juros e multa cobrados se houver atraso no pagamento.

Cuidado com o crédito rotativo

O crédito rotativo é utilizado por quem não pode pagar o valor total da fatura no vencimento. A parte não quitada é financiada automaticamente pelo sistema do banco e lançada para o mês seguinte, com juros. No Banco do Brasil, por exemplo, a taxa de juros do crédito rotativo pode chegar a 15,98% ao mês.

Não conte com o limite

Muitos usuários aproveitam o limite do cartão de crédito para adquirir itens caros, que não poderiam ser comprados à vista. Muitas vezes, porém, o cliente não dá conta de quitar as parcelas, e acaba se endividando.

O mínimo é suficiente

Tenha uma quantidade mínima de cartões de crédito. Fica mais difícil de controlar as finanças quando se tem muitos cartões.

Fuja dos cartões de loja

Muita gente se deixa seduzir pelos descontos oferecidos e acaba adquirindo cartões de lojas. A lógica é a mesma da dica anterior: quanto menos, melhor.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.